Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



terça-feira, 31 de março de 2009

Este é o poema do amor.

O poema que o poeta propositadamente escreveu
só para falar de amor,
de amor,
de amor,
de amor,
para repetir muitas vezes amor,
amor,
amor,
amor.
Para que um dia, quando o Cérebro Electrónico
contar as palavras que o poeta escreveu,
tantos que,
tantos se,
tantos lhe,
tantos tu,
tantos ela,
tantos eu,
conclua que a palavra que o poeta mais vezes escreveu
foi amor,
amor,
amor.

Este é o poema do amor.


Nota) Post dedicado à mulher que amo.

segunda-feira, 30 de março de 2009

6ª Corrida de Solidariedade ISCPSI / APAV e Marcha das Famílias.

[clicar na imagem para ver melhor]

Hoje de manhã teve lugar a 6ª Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV, prova em estrada com a distância de 10 km e em simultâneo decorreu também a Marcha das Famílias com aproximadamente 3,5 km.
O evento foi organizado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI), enquanto estabelecimento de ensino superior universitário responsável pela formação dos Oficiais da Polícia de Segurança Pública, em conjunto com a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).
A inscrição teve o custo de 6€ com as receitas das mesmas a reverterem inteiramente a favor da APAV.

A prova teve partida junto ao ISCPSI, nas imediações do Largo do Calvário em Alcântara e a chegada em frente ao Mosteiro dos Jerónimos em Belém.
Eu participei na prova de 10km e registei um tempo a rondar os 45' (o meu tempo "standard" para a distância), tendo-me classificado no lugar 145 entre os 757 atletas que concluíram.
Os mais rápidos foram os atletas do Sporting Clube de Portugal, Luís Pinto e Sandra Teixeira.
De salientar o excelente 5º lugar do companheiro também daqui da blogosfera Nuno Romão.

A Vitória e a mamã participaram na Marcha das Famílias, a qual também registou um excelente número de participantes.

Uma excelente manhã de domingo em que se correu por uma causa e em que podemos desfrutar de uma zona muito bonita de Lisboa.
Gostámos muito de ter participado neste evento, passa a ser "prioritário" nas corridas/marchas da família.
Mais uma vez a AMMA registou em fotos a bela manhã de domingo.

A Vitória, foto de Carlos Viana Rodrigues (AMMA).

sexta-feira, 27 de março de 2009

Números da 19ª Meia-Maratona de Lisboa.

Prova: Meia-Maratona de Lisboa.
Data: 22 de Março de 2009.
Distância: 21,1 km.
Total de 5504 atletas classificados na meta, 4705 homens (85,48 %) e 790 senhoras (14,35 %).
Dos 5504 atletas classificados na meta, 3949 eram portugueses (71,75 %) e 1555 eram estrangeiros (28,25 %).
Os 10 países estrangeiros (ESP, ALE, FRA, BRA, ITA, EUA, ING, SUI, IRL e HOL) com maior número de atletas classificados na meta totalizaram 1346 atletas sendo que os restantes 209 atletas eram de outras (mais de 3 dezenas) nacionalidades diferentes.







terça-feira, 24 de março de 2009

domingo, 22 de março de 2009

19ª Meia-Maratona de Lisboa e 16ª Mini-Maratona.

[clicar na imagem para ampliar]

Numa organização do Maratona Clube de Portugal disputou-se hoje de manhã a 19ª Meia-Maratona de Lisboa.
A prova teve o seu início às 10h30 e existiram 2 locais distintos de partida:
Partida em Algés - para atletas de elite com tempos (efectuados nos últimos 3 anos) inferiores a 1h05 para masculinos e 1h20 para femininos.
Partida no largo da portagem da Ponte 25 de Abril - igual aos anos anteriores (existiu uma zona de partida reservada aos atletas considerados VIP).
Em simultâneo realizou-se a mini-maratona, também com partida do largo da Portagem.
Refira-se que antes, às 10h15 foi dada a partida da Prova de Deficientes em Cadeiras de Rodas, a qual registou 35 atletas classificados na meta.
A chegada em qualquer dos casos deu-se em frente ao Mosteiro dos Jerónimos.

Dos 35.000 inscritos, como habitualmente, a esmagadora maioria participou na "mini-maratona", para muitos desses participantes terá sido a única prova em que participarão durante todo o ano e também uma maneira diferente de passarem a manhã de domingo...de passarem a ponte a pé...quem sabe porém se alguns deles não virão a "engrossar" o pelotão das corridas de rua em Portugal.
A prova da meia-maratona teve 5504 atletas classificados na meta, dos quais 790 eram do sexo feminino (14,35% do número total), prova que teve como vencedores o atleta queniano Martin Lel (59'56'') e a atleta norte-americana Kara Goucher (com uns excelentes 1h08'30'').
Eu participei pelo 3º ano na prova, repetindo as presenças de 2003 e 2007, tendo concluído a mesma com o tempo oficial de 1h44'23'' (o tempo de chip foi 1h42'50''), a que correspondeu o lugar 1686 da geral e o lugar 207 do meu escalão (Veterano III) que teve 594 atletas classificados na meta.
Esta Meia-Maratona de Lisboa continua a ser uma prova que não me seduz mas a vontade da Isabel em ir à “mini” fez com que me decidisse a mais uma vez estar presente.
Durante a minha prova ainda deu para ver a "correr" o Luís Mota e o Joaquim Adelino, dois companheiros daqui da blogosfera que fizeram boas provas.
A Isabel, a Vitória e os tios Ana e Manuel António participaram na mini-maratona, partiram bem de trás para não impedir ninguém de correr (a mesma sorte não tive eu com muitos participantes da mini…) e gostaram de passar a ponte a pé, passando também eles uma manhã diferente de domingo.
A Isabel e a Vitória continuarão a engrossar o pelotão das "caminhadas" que se vão realizando em simultâneo com as provas em que eu participo e por vezes terão a companhia dos seus acompanhantes de hoje de manhã, como já tem acontecido.

Com esta minha participação ultrapassei os 100 quilómetros corridos em provas durante o corrente ano, passando a totalizar 105,1 km (Atlântico:10 km ; Eira da Pedra:14km ; Cascais:20 km ; Montemor:10km ; Tomar:15 km ; Lezírias:15 km e Meia-Maratona de Lisboa:21,1 km).
A Atletismo Magazine Modalidades Amadoras realizou um ampla cobertura fotográfica das várias provas incluídas nesta 19ª Meia-Maratona de Lisboa.

A família reunida depois das provas.

sábado, 21 de março de 2009

17º Passeio Avós e Netos.

[clicar na imagem para ampliar]

Incluída no programa da “19ª Meia-Maratona de Lisboa” teve lugar hoje de manhã o “Passeio Avós e Netos”, “passeio” de cerca de 1500 metros de extensão com a concentração para o mesmo por baixo da Ponte 25 de Abril (junto ao Rio Tejo) e com chegada junto ao Museu de Electricidade (antiga Central Tejo).
A Vitória participou no mesmo na companhia da avó Aida repetindo a presença de 2007.
Foi uma agradável manhã de sábado em família.
A "festa" continua amanhã...

As palavras

São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

Eugénio de Andrade

Nota) No Dia Mundial da Poesia "as palavras" de Eugénio de Andrade.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Números da Corrida das Lezírias 2009.

Prova: Corrida das Lezírias.
Data: 15 de Março de 2009.
Distância: 15 km.
Total de 1383 atletas classificados na meta, 1281 do sexo masculino (92,62 % do número total) e 102 do sexo feminino (7,38 % do número total).







Fonte: Classificações da prova.

quinta-feira, 19 de março de 2009

A Palavra "Pai".

“Há palavras que fazem bater mais depressa o coração…”
Almada Negreiros

Ouvir a palavra “pai” dita pela minha “menina de ouro” é uma dessas palavras, das que fazem bater mais depressa o meu coração…
Pai, uma palavra que em tempos deixei de acreditar vir um dia a ouvir dita por alguém referindo-se a mim.
Neste dia em que por cá se comemora o dia do pai é também dia de festejar o milagre da vida, a dádiva de ter uma "menina de ouro" que me chama pai.

A palavra "Pai" escrita pela Vitória (há já uns tempos).

segunda-feira, 16 de março de 2009

2 Anos.

“Sejam bem-vindos ao blog "Palavras de Corredor".
Passo-me a apresentar, nasci e vivi até à idade adulta em Almada, resido actualmente em Corroios e trabalho em Lisboa; sou feliz no casamento e por ser papá de uma linda bebé, mãe e filha são o meu porto de abrigo, porto de chegada e de partida…
Sou um homem de gostos simples, um do qual, gostar de correr.
Será sobre esse meu gosto pela corrida que incidirá este blog.
Por hoje fico-me por aqui mas voltarei brevemente.
Até lá façam o favor de correr!”

Foram estas as palavras do meu 1º post em 16 de Março de 2007, faz hoje 2 anos.
Palavras que poderiam ser escritas hoje com uma pequena alteração (bebé por criança) mantendo-se tudo o resto inalterável.
Dois anos depois agradeço a todos os que por aqui passaram em especial aos que foram deixando aqui as suas palavras enriquecendo e colorindo estas "Palavras de Corredor".
Foram 2 anos durante os quais graças a este espaço fui travando conhecimento com alguns companheiros das corridas e em que tive o grato prazer de conhecer pessoalmente alguns.
Especialmente por isso foram extremamente gratificantes estes 2 anos destas “Palavras de Corredor”.
Aqui ou numa qualquer prova por aí decerto que nos continuaremos a encontrar, as últimas palavras de hoje são as mesmas com que há 2 anos terminei o meu 1º post:
“Até lá façam o favor de correr!”

domingo, 15 de março de 2009

Corrida das Lezírias 2009.

Em cima à esquerda: Joaquim Adelino, Carlos Lopes e eu.
Em cima à direita: 4 dos "sargentos" que estiveram nas Lezírias
(Ana Paula Pinto, António Pereira, Ana Pereira e Fernando Oliveira)
Ao meio à esquerda: Partida da prova dos infantis e iniciados
(ao centro os "Motinhas" Luís Carlos e Mariana Mota)
Ao meio à direita: Eu nos metros finais na minha prova.
Em baixo à esquerda: Luís Mota, José Narciso e eu.
Em baixo à direita: a Vitória e eu com o José Brito.
(o atleta de amarelo é o Hugo, filho do Joaquim Adelino)
[clicar na imagem para ampliar]

Organizada pelo Pelouro de Desporto do Município de Vila Franca de Xira e com o apoio técnico da Xistarca disputou-se na manhã quente deste domingo a Corrida das Lezírias 2009, prova com uma distância certificada de 15 quilómetros (grande parte dos quais "corridos" nas Lezírias Vila-Franquenses) e dupla travessia (ida e volta) da Ponte sobre o Rio Tejo.
É uma prova com um número crescente de participantes, este ano foram 1384 os atletas classificados na meta, número que passou a ser recorde.
Prova sobejamente conhecida de todos e reconhecida como uma das melhores provas, é raro o atleta que após a primeira participação não fica com vontade de voltar às "Lezírias".

Eu voltei pelo terceiro ano consecutivo e registei o meu pior tempo nas Lezírias, 1h11'59'' (média de 4'48''/km) tendo-me classificado no lugar 503 da geral e ocupado o lugar 82 no meu escalão (M4549), escalão que teve 197 atletas classificados na meta.
Além da Corrida de 15km decorreu também a "Caminhada Passeio Ribeirinho 4km" e a "Corridinha Infantil" (destinada a benjamins, infantis e iniciados).

Uma excelente manhã de domingo em que finalmente tive o grato prazer de rever o Carlos Lopes depois do seu regresso do Brasil e também o prazer de rever outros companheiros daqui da blogosfera (Joaquim Adelino, Luís Mota, José Narciso, José Brito e José Magro) e outros amigos.
A Ana Pereira e a Ana Paula Pinto também por lá estiveram mas desta vez não tive o prazer de as ver, fica para a próxima.

A Família do corredor ficou também muito feliz pelos execelentes desempenhos dos 2 filhos do Luís Mota, o Luís Carlos foi 2º em infantis e a Mariana foi 1ª em iniciados, Mariana que também tem um espaço na blogosfera (Borboletas e Malmequeres).

Fotos da prova em AMMA.

terça-feira, 10 de março de 2009

26ª Edição das 3 Léguas do Nabão (III - Números).

Prova: 3 Léguas do Nabão.
Data: 8 de Março de 2009.
Distância: 15 km.
Total de 259 atletas classificados na meta, 238 do sexo masculino (91,89 % do número total) e 21 do sexo feminino (8,11 % do número total).




26ª Edição das 3 Léguas do Nabão (II - Palavras).

Passámos o último fim-de-semana na bonita e aprazível Cidade de Tomar onde na manhã de Domingo participei na 26ª edição das 3 Léguas do Nabão, prova organizada pelo CALMA - Clube de Actividades de Lazer e Manutenção.
A prova como é óbvio teve uma distância oficial de 15 quilómetros e esteve muito bem organizada sem nada de negativo a referir.
Uma prova que no passado chegou a ter mais de 1500 participantes teve nesta 26ª edição 259 atletas classificados na meta, dos quais 238 eram do sexo masculino (91,89% do número total) e 21 do sexo feminino (8,11% do número total).
Os mais rápidos foram Felipe Rosa (JOMA) com o tempo de 50'17'' e a veterana Beatriz Cunha (CA Patameiras) com o tempo de 59'39'', em masculinos e femininos respectivamente.
Susana Adelino com 1h02'50'' triunfou em seniores femininos, atleta que é também uma ilustre blogger.
De salientar que outro não menos ilustre blogger, o Luís Mota, atleta do União de Tomar participou em todas as 26 edições já realizadas e pretende completar 50 edições da prova.
A AMMA registou em fotos esta 26ª edição das "3 Léguas do Nabão", aqui, aqui e ainda aqui.


As minhas "3 Léguas do Nabão":
À hora a que chegámos ao local onde era feita a entrega dos dorsais já por lá estavam o Luís Mota e a família Adelino, com quem mais tarde realizei parte do meu aquecimento e durante o qual houve tempo para uma breve pausa para cumprimentar os familiares do Luís (esposa, filhos, pai e sogros) que estiveram em peso no apoio que lhe quiseram dar, tempo também para as primeiras fotos do dia.
Acabaria depois por realizar mais alguns minutos do aquecimento na companhia de alguns atletas do clube da Ana Pereira e foi a “correr” que finalmente conheci pessoalmente a Ana Paula Pinto, também por isso foram especiais as minhas "3 Léguas do Nabão"…
Às 10h30 foi dada a partida da prova que levou os atletas por algumas localidades do concelho de Tomar, numa parte inicial do percurso corremos com o Rio Nabão do nosso lado esquerdo, percurso ao longo do qual existiu sempre muito "sobe e desce" e uma subida bem acentuada já na última légua da prova.
Pessoalmente é um tipo de percurso que me agrada bastante tendo completado as 2 primeiras léguas com um tempo inferior ao que fiz nas duas últimas provas de 10 quilómetros em que participei (Atlântico e Montemor).
Na última légua terei quebrado um pouco a fazer fé no meu tempo final de corrida que foi de 1h09'08'', tempo registado após cortar a linha de chegada de mão dada com a Vitória em plena pista de atletismo do estádio.
Classifiquei-me no lugar 99 da geral e em 21º do meu escalão, veterano 3, o qual teve 42 atletas classificados na meta.
Tendo em conta que no último mês tenho feito apenas 2 treinos semanais que não vão além de 45 a 50 minutos de corrida contínua, fiquei naturalmente satisfeito com o meu desempenho em Tomar.
Mais tarde e numa altura em que já tinham chegado todos os atletas, em plena pista de atletismo, tirámos algumas fotos com os atletas daqui da blogosfera presentes em Tomar:
Ana Paula Pinto (Além do Virtual),
Mariana Mota (Borboletas e Malmequeres),
Susana Adelino (Espraiar),
Joaquim Adelino (Pára que não Pára),
José Narciso (Atleta Radical),
Luís Mota (Tomar A Corrida),
e eu próprio,
António Almeida (Palavras de Corredor).
Foi um breve mas muito agradável convívio que contou também com a participação de alguns familiares e amigos.
Seguiu-se um excelente resto de Domingo na companhia das Famílias Mota e Adelino, de quem nos despedimos já ao início da noite antes do regresso a casa.
Na minha primeira vez nas “3 Léguas do Nabão”, também no regresso a Tomar só faltaram mesmo os companheiros daquele outro excelente Domingo também na Cidade de Tomar no passado mês de dezembro.
Ao Luís Mota e bonita família (Susan, Mariana e Luís Carlos) o muito obrigado como mais uma vez nos fizeram sentir em casa.

segunda-feira, 9 de março de 2009

26ª Edição das 3 Léguas do Nabão (I - Fotos).

Aquecimento (Daniel, Susana, Luís, Joaquim e eu).

Aquecimento (eu na companhia de alguns atletas do Clube do Sargento da Armada).

Fase final da prova (foto de Carlos Viana Rodrigues, AMMA).

Recta da meta (eu e a Vitória).

Metros finais das minhas primeiras "3 Léguas do Nabão".

A Família com o António "Melro" Pereira.

Blogosfera que fala de corrida empatada em Tomar (4 a 4).

Aqui com mais alguns familiares e amigos.

Tarde de Domingo (Mariana, Vitória e Susan).

sábado, 7 de março de 2009

3 Anos.

Faz hoje três anos que a nossa relação antiga se reacendeu e à qual não tem faltado desde então a chama forte da paixão.
Recordo bem o dia 7 de Março de 2006, dia que marcou o início de um novo ciclo do nosso relacionamento e nestes 3 anos nem por uma vez me decepcionaste, sempre que estou na tua companhia sinto-me muito bem, o meu coração bate muito mais, o sangue nas minhas veias corre mais rápido…
Voltando a esse 7 de Março de 2006, para trás tinham ficado os meses de Janeiro e Fevereiro, meses em que eu devido a obrigações profissionais estive ausente de casa por alguns períodos de dias e passaste por isso a ter um papel secundário, sofri por não ter tempo para desfrutar da tua companhia, mas sabia que podia sempre voltar a ter-te, o que viria a acontecer nesse já distante dia 7 de Março de 2006 .
Nestes 3 anos a nossa relação tornou-se muito forte, hoje não vivo sem ti, invento tempo para estar contigo, na tua companhia encontro uma paz que me acalma e faz-me querer ter-te para sempre na minha vida.
Tenho a mania de registar tudo aquilo que acontece quando estamos juntos, o estado do tempo, a parte do dia em que estivemos juntos, quanto tempo estivemos, onde estivemos…
Olho esses apontamentos e vejo que nestes 3 anos o máximo de dias em que não estive contigo foi de 8 dias (22 a 29 de Julho de 2006), vejo que estive igualmente sem ti durante quatro períodos de 6 dias cada (3 em 2006 e 1 em 2007), um período de 5 dias (em 2008) e três períodos de 4 dias (1 em 2006, 1 em 2007 e 1 em 2008).
Tivemos depois sem nos encontrarmos durante vários períodos de 3 dias, os quais foram frequentes durante estes três anos.
Nesses dias que estive contigo passámos juntos muitas horas numa entrega total, debaixo de chuva, ao vento, ao Sol, com nevoeiro, com um frio de rachar, com muito calor…
Nesses dias os nossos encontros foram na maioria das vezes durante o fim da tarde/início da noite, muitas vezes já noite cerrada, algumas vezes durante a manhã e também algumas vezes à tarde, a parte do dia em que teremos estado juntos por menos vezes.
Estivemos juntos em locais perto de casa (Corroios, Almada, Costa da Caparica e Seixal), mas mesmo em férias ou durante um fim-de-semana longe de casa não deixei de passar algum tempo contigo (Praias do Vau e da Rocha, Portimão, Alvor, Curia, Vilamoura, Gerês, Alter do Chão, Seia, Albufeira, Praia da Consolação, Baleal, Caldas das Felgueiras, …) e cheguei até a deslocar-me de propósito a certos locais para igualmente passar algum tempo contigo (Lisboa, Algés, Cascais, Vila Franca de Xira, Peniche, São João das Lampas, Nazaré, Lourinhã, Grândola, Leião, Tercena, Setúbal, Figueira da Foz, Oeiras, Moita, Porto, Tomar, Eira da Pedra, Montemor-o-Novo, …).
Por vezes voltei em anos diferentes a alguns desses locais longe de casa, em todos eles, os perto e os longe de casa, passei momentos muito felizes e inesquecíveis.
Hoje, dia 7 de Março de 2009, este ciclo desta relação bastante intensa completa três anos…amanhã mais uma vez estaremos juntos…no renovar do ciclo…e juntos seguiremos, assim tenha eu a felicidade de ter saúde para poder continuar também a ter-te como companheira inseparável da minha vida.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Outro olhar sobre os números de "Montemor".

Prova: 9º Grande Prémio de Montemor-o-Novo.
Data: 1 de Março de 2009.
Distância: 10 km.
Total de 348 atletas classificados na meta (320 masculinos e 28 femininos).

No gráfico 1, em baixo, são apresentados os valores do número de atletas classificados na meta por género (masculino e feminino) e por faixa etária.

Como se pode constatar destacam-se claramente as faixas etárias:
"30 a 39" e "20 a 29" [femininos].
"30 a 39" e "40 a 49" [masculinos].
No total das referidas faixas etárias registaram-se 175 atletas masculinos (do total de 320 atletas masculinos classificados na meta) e 17 atletas femininos (do total de 28 atletas femininos classificados na meta).

Considerando a "idade" dos atletas verifica-se que:
Média = 33 e Moda = 29 [atletas femininos].
Média = 42 e Moda(bi) = 34 e 38 [atletas masculinos].

No gráfico 2, em baixo, são apresentados os valores em percentagem do número de atletas classificados na meta por género e por faixa etária.

Como se pode constatar destacam-se as faixas etárias já anteriormente referidas:
"30 a 39" com 32,1% e "20 a 29" com 28,6% [femininos].
"30 a 39" com 27,5% e "40 a 49" com 27,2% [masculinos].
Note-se que:
Total de 320 atletas masculinos classificados na meta = 100%.
Total 28 atletas femininos classificados na meta = 100%.
No conjunto das faixas etárias referidas registaram-se 60,7% do total dos atletas femininos classificados na meta e 54,7% do total dos atletas masculinos classificados na meta.

De destacar os 24 atletas com idade igual ou superior a 60 anos que concluíram a prova o que não deixa de ser notável tendo em conta que se trata de uma prova "durinha qb".
Os atletas menos jovens a concluírem a prova foram Josue Inácio (70 anos) com 45'31'' e Ana Portela (59 anos) com 56'12'', em masculinos e femininos respectivamente.

Tipo de pelotão: "Trintão"
(recorde-se que no Atlântico tinhamos tido um pelotão "Quarentão").

quarta-feira, 4 de março de 2009

9º Grande Prémio de Montemor-o-Novo (III - Números).

Prova: 9º GP de Montemor-o-Novo.
Data: 1 de Março de 2009.
Distância: 10 km.
Total de 348 atletas classificados na meta, 320 do sexo masculino (91,95 % do número total) e 28 do sexo feminino (8,05 % do número total).






Fonte: Classificações da prova.

terça-feira, 3 de março de 2009

9º Grande Prémio de Montemor-o-Novo (II - Palavras).

Integrada nas comemorações do 21º aniversário de elevação de Montemor a cidade disputou-se no passado domingo a 9ª edição do Grande Prémio de Atletismo "Cidade de Montemor-o-Novo".
Com o apoio técnico da Xistarca a organização da prova esteve a cargo da Associação dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Novo, Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Bispo e Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Vila.
O programa, com início às 9h30 incluiu provas destinadas aos escalões jovens (benjamins, infantis, iniciados e juvenis) nas quais participaram 99 atletas.

Com hora prevista para as 10h30 seguiu-se a prova principal com 10 quilómetros de distância e simultaneamente a prova de 3 quilómetros sem classificações e já em 6ª edição "Corrida para todos" sob o lema "Dê Vida aos Anos".
Refira-se que esta prova, bastante participada, partiu após a partida dos atletas da prova dos 10 km não atrapalhando em nada o desempenho destes, dando ao mesmo tempo um colorido muito bonito às ruas da bonita cidade aniversariante, prova em que a Vitória participou na companhia da mamã e da avó Aida.

Voltando à prova competitiva de 10 quilómetros, a mesma reuniu um conjunto de atletas de bastante valia, dos quais os mais rápidos foram Bruno Paixão (AC Portalegre) com o tempo de 30'29'' e Cristina Ponte (Cliniponte) com o tempo de 37'23'', em masculinos e femininos respectivamente.
Completaram a prova 348 atletas dos quais 320 eram do sexo masculino (91,95% do número total) e 28 do sexo feminino (8,05% do número total), prova que teve 8 escalões masculinos e 3 femininos.
No final cada participante recebeu um saco com brindes de presença (destacando-se dos mesmos o bonito troféu em vidro acrilíco).
Para os melhores classificados existiram prémios monetários e troféus.
A manhã de domingo foi coberta em termos fotográficos pelas objectivas dos elementos da AMMA presentes em Montemor.
Ver as fotos aqui e aqui.

Saímos de casa perto das 8 horas da manhã, após a passagem pelas Paivas (Amora) para ir buscar a avó Aida fizemo-nos à estrada em direcção a Montemor.
Viagem relativamente curta e muito agradável, o Sol ia espreitando timidamente mas fazendo-nos companhia ao longo dos quilómetros.
Pelo espelho retrovisor do carro ia olhando a Vitória que dormitava ainda enroscada na sua mantinha.
À hora a que chegámos a Montemor já muitos atletas por lá estavam e dava para sentir já um clima de festa que veio depois a confirmar-se com o "correr" da manhã.
Excelente o "speaker" de serviço que ia fazendo alusão à presença dos atletas à medida que os ia identificando pelos equipamentos e que ia informando também do desenrolar das provas já a decorrer.
Aproveitei o excelente relvado junto à zona de partida para fazer o meu aquecimento, local de onde se tem uma vista do altivo e bem conservado Castelo de Montemor.
Perto da hora prevista de partida dirigimo-nos para a zona de partida e após um pequeno atraso justificado pelo facto da GNR não ter totalmente o trânsito cortado (impecável o trabalho dos agentes da autoridade no terreno), a prova teve o seu início.
Parti rápido, para mim é claro, completei o 1º km em 3'56'' tendo mantido durante o 2º quilómetro da prova sensivelmente o mesmo ritmo pois completei em 8 minutos esses dois primeiros quilómetros iniciais.
Pouco depois cruzei-me com a Isabel que tinha-se deixado ficar para trás e acompanhava os últimos participantes da prova de 3km na tentativa de me ver passar, a Vitória com a avó iam mais adiantadas.
Após os 3 quilómetros inicias, com algum sobe e desce, seguiu-se depois uma parte do percurso (até um pouco depois do 5º quilómetro da prova) bastante fácil, o que me permitiu completar a 1ª légua da prova em menos de 21 minutos…
Quebrei depois bastante, coincidido com a parte do percurso bastante selectiva e ao 8º quilómetro já o meu cronómetro marcava 36 minutos de corrida tendo completado os 10 quilómetros da prova em 45'28'' (ritmo de 4'33''/km), os ritmos de 4'12''/km na 1ª légua e 4'54''/km na 2ª légua são bem reveladores do meu “estouro” na segunda parte da prova.
Apesar disso o meu tempo final de 45'28'' foi praticamente igual ao que fiz nos fáceis 10 quilómetros do “Atlântico” na Costa da Caparica no passado dia 8 de Fevereiro que foi 45'29''.
Tendo em conta os meus treinos durante o último mês até que nem foi mau.
De referir que esta foi uma das provas mais bem organizadas em que já participei.

Pouco depois a Isabel chegou perto de mim, a Vitória estava no parque existente no local com a avó, após o duche nos balneários disponibilizados aos atletas e reunida a família foi tempo de percorrer os 20 e poucos quilómetros até à Cidade-Museu, onde almoçamos, visitámos o tio Rui que está a viver na cidade e onde passámos o resto da tarde de Domingo.
Ao entardecer regressámos a casa onde reentrámos 12 horas depois do início da nossa bela jornada por terras do Alentejo.

9º Grande Prémio de Montemor-o-Novo (I - Fotos).

Em cima: Partida da prova de 10 km do 9º GP de Montemor-o-Novo.
Em cima à direita: A Vitória e a avó durante a "Corrida para todos".
Ao meio à esquerda: A Vitória e a mamã durante o percurso.
Ao meio à direita: a chegada do "corredor".
Em baixo: Durante a tarde de domingo na Cidade-Museu
(junto ao Templo de Diana e com o tio Rui que vive em Évora).
[clicar na imagem para ampliar]

4 Fotos, 4 momentos da manhã de Domingo em Montemor: antes da partida da prova de 10 km, cabeça da corrida ao 3º km, alguns dos participantes da prova de 3 km e a minha Vitória: