Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



segunda-feira, 28 de julho de 2014

A corrida que eu e a Isabel queremos vencer...


Sexta-feira passada a Vitória fez 10 anos, depois de dois dias de celebração, sexta com a família e sábado com as colegas de escola, ontem foi dia de voltar a um local que fez e faz parte da vida da Vitória e saborear um tranquilo fim de tarde a três ...
Passaram a correr estes 10 anos desta que é a corrida que eu e a Isabel queremos vencer, 10 anos depois e nesta fase achamos que estamos a ir bem mas estamos bem conscientes que esta é uma corrida sem receita certa para o sucesso mas cheios de vontade e com uma imensa fé que os próximos anos possam continuam  a ser cheios de dias felizes como os que passaram.

domingo, 20 de julho de 2014

   Quilómetro trinta

   caio sobre mim próprio: pedras: a minha face assente sobre a estrada, o mundo turvo a partir dos meus olhos, a minha boca a sorver pó, as minhas pernas queimadas, brasas, os meus braços queimados, o meu coração, o meu peito a respirar

   o tempo passa em Benfica, o silêncio passa sobre o cemitério de pianos

   tenho de ir ao encontro do meu pai.

In "Cemitério de Pianos" de José Luís Peixoto

Dados da minha participação no Memorial Francisco Lázaro 2014:
Dorsal: 275 
Distância: 10,0 km
Tempo: 46'38''
Classificação Geral: 117 (em 363)
Classificação Escalão (M50 - 54): 11 (em 39)

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Corrida e Teatro.

No último fim-de semana a equipa cá de casa, os VIA3Runners, marcaram presença em dois eventos de corrida, quanto ao terceiro elemento da equipa não correu mas brilhou, fim-de-semana de estreias e de regressos…
A primeira estreia aconteceu na manhã de sábado e foi a da Vitória a correr em pista, tal aconteceu no evento "Kids Race", destinado a crianças até aos 13 anos de idade e que pretendia enfatizar a importância de um estilo de vida saudável, combatendo a obesidade infantil através da prática regular de exercício físico.
Na tarde de sábado foi para mim mesmo tempo de regressos, regresso a uma corrida em pista que praticamente foi uma estreia dado os muitos anos passados desde a última vez que tinha competido em pista (década de 80 do século passado).
Regresso/estreia que aconteceu na pista do Estádio 1º de Maio em Lisboa no evento Corrida Solidária "Da Estrada para a Pista" organizado pela Fundação Inatel e com o apoio técnico da Xistarca, evento que teve 4 séries de 5000 metros sendo que participei na primeira (para atletas com mais de 45 anos).
Na mesma pista onde de manhã a Vitória se tinha estreado, pista onde já parti para correr maratonas, pista onde também já completei maratonas, também outras provas como a do 1º de Maio, pista onde já terminei provas de mão dada com a Vitória, foi tempo desta vez de descobrir quanto "valia" na distância de 5000 metros, descoberta que se cifrou em 21'52'', tempo fraquinho mas em linha com a preparação que tenho vindo a fazer para distâncias maiores.
Apesar desse tempo modesto mas porque a participação na prova foi escassa fui surpreendido com uma subida ao pódio, algo que só me tinha acontecido nos meus tempos de jovem praticante.
Na tarde de domingo, outra estreia, a do elemento da equipa que não correu mas que brilhou no palco na apresentação do trabalho final do curso de iniciação ao teatro que frequentou nos últimos meses.


Dados da minha prova (Corrida Solidária "Da Estrada para a Pista":
Dorsal: 12 
Distância: 5,0 km
Tempo: 21'52''
Classificação Geral: 48 (em 112)
Classificação Escalão (Veterano 4): 3 (em 6)