Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Não me Mintas.

No passado fim-de-semana tinha previsto participar no “50º Grande Prémio de Natal”, estava inscrito (dorsal 1616) mas tal não foi possível, tive bastante pena mas outras corridas virão.
Na corrida principal o lugar mais alto do pódio masculino foi ocupado por Leão Carvalho (29'08'') em representação do Sport Lisboa e Benfica, ao lugar mais alto do pódio feminino subiu Marisa Barros (33'23'') em representação do Clube Açoreana Seguros – Porto, 2 grandes atletas “renascidos” neste final de ano de 2007.
A referida corrida principal teve a distância “certificada” de 10 kms (?) e 1000 atletas classificados na meta, dos quais 908 do sexo masculino representado 90,8% do número total e 92 do sexo feminino representado 9,2% do número total.
Dos referidos 1000 atletas 336 deles correram como individuais, os restantes 664 por equipas, o que representa 33,6 % e 66,4% respectivamente do número total.
As equipas com maior número de atletas classificados na meta foram:
CR Leões Porto Salvo (33 atletas), Açoreana Seguros (30 atletas), Grupo Desportivo Unidos Caxienses (28 atletas), Clube Millennium BCP (24 atletas), GD Macedo Oculista e GD Santander Totta (ambas com 23 atletas) e Sport Lisboa e Benfica (22 atletas).
Estas 7 equipas (as únicas com mais que 20 atletas classificados na meta) totalizam 183 atletas, número que representa 27,6% do total de atletas que correram em representação de equipas.

Como disse não participei na prova mas não posso deixar de levantar uma questão, como é possível, por exemplo no caso do vencedor masculino, uma passagem aos 5 kms em 18’06’’ e terminar em 29’08’’? Uma 2ª légua em 11’02’’???
Esta 2ª légua num tempo fenomenal estende-se a muitos dos restantes participantes (Marisa Barros passou aos 5 kms com 20’20’’ e terminou com 33’23’’, i.é., fez a 2ª légua em 13’03’’) o que levanta a hipótese de erro na marcação dos 5 kms ou de a prova não ter os 10 kms.
Outras hipóteses? Quais?
Ou será mesmo que os “Nikes” fazem voar?

Conta-me os teus truques e fintas
Será que os "Nikes" fazem voar
Diz-me o que sabes e não me mintas
ao menos em ti posso confiar
(Excerto da letra da canção de Rui Veloso, “Não me Mintas”)

Sem comentários: