quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Bucólica.

A vida é feita de nadas:
De grandes serras paradas
À espera de movimento;
De searas onduladas
Pelo vento;

De casas de moradia
Caiadas e com sinais
De ninhos que outrora havia
Nos beirais;

De poeira;
De sombra de uma figueira;
De ver esta maravilha:
Meu Pai a erguer uma videira
Como uma mãe que faz a trança à filha.

Miguel Torga
(São Martinho de Anta, 12 de agosto de 1907 - Coimbra, 17 de janeiro de 1995)

Deixo-vos Bucólica como poema de Natal 2018 destas "Palavras de Corredor". 

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

6ª Corrida do Montepio - "Corremos Uns Pelos Outros".


Na manhã do último Domingo, Lisboa foi palco da 6ª Corrida do Montepio, evento com o apelativo slogan “Corremos Uns Pelos Outros”, organizado pela Associação Mutualista Montepio e que consistiu em três provas: uma corrida com a distância de 10 km, uma caminhada com a distância de 5 km e uma prova dirigida a crianças nascidas entre 2007 e 2013.
Evento de corrida único no País com a totalidade do valor das inscrições a reverterem em cada ano para uma instituição, neste 2018 atingiu-se a quantia de 40.000€ sendo a associação beneficiada a ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.
Nota máxima para este evento de eleição que há 6 anos marca a diferença pela positiva.
Respondi presente pelo sexto ano consecutivo.


quinta-feira, 18 de outubro de 2018

4ª Edição EstrelAçor Trail Ultra Endurance.


Durante o fim-de-semana alargado do feriado comemorativo da restauração da Independência Nacional, dias 5, 6 e 7 de Outubro, realizou-se um evento de trail running denominado EstrelAçor com organização a cargo da “Associação Desportiva O Mundo da Corrida”.
O referido evento decorreu na Serra da Estrela e Serra do Açor e teve várias distâncias: os 180 quilómetros (ultra trail extra longo, d+ 7800 e tempo limite 50 horas), 100 quilómetros (ultra trail extra longo, d+ 5100 e tempo limite 30 horas), 43 quilómetros (ultra trail médio, d+ 1618), 22 quilómetros (trail curto, d+ 848) e 15 quilómetros (mini trail, d+ 505).
A prova de 100 quilómetros teve partida na aldeia do Piodão, todas as restantes tiveram partida nas Penhas da saúde, local onde terminaram igualmente todas as provas.
Participei na prova de 22 quilómetros e apesar da curta distância deu para desfrutar bastante dos trilhos e das vistas espectaculares, gostei muito.

A terminar os 22 kms do trail curto

1º (e único) M55 nos 22 kms

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Especial.


Desde que corro muitos foram os dias felizes que vivi, senão que mesmo todos…
Mas há aqueles dias que sendo felizes são especiais e foi um desses dias que vivi na passada sexta-feira. 
Passámos o fim de semana na Serra da Estrela, a ideia era conjugar lazer em família com a minha participação na manhã de domingo na prova de 22 quilómetros do evento EstrelAçor.
Sexta-feira à tarde já depois de instalados nos magníficos Chalés de Montanha do Luna Hotel equipei-me para fazer um treininho onde já sabia teria a companhia da Vitória que já me tinha dito que pretendia ir comigo.
Saímos do “nosso” chalé por volta das 18 horas, passámos na zona de chegada das provas do EstrelAçor (também de algumas partidas) e seguimos inicialmente as bandeirinhas que indicavam o percurso da prova dos 22 quilómetros, depois explorámos algumas zonas que nos despertaram a atenção, por vezes a correr, por vezes a caminhar, também com algumas pausas para algumas selfies, foi hora e meia da mais pura diversão...


  




quarta-feira, 12 de setembro de 2018

terça-feira, 11 de setembro de 2018

42ª Meia Maratona de São João das Lampas.


Na tarde do passado sábado realizou-se pela 42ª vez a meia maratona de São João das Lampas, este ano com a novidade de ser ter disputado em simultâneo uma prova mais pequena denominada 1ª Meia Rampa, com um percurso que incluiu os 13 primeiros quilómetros da prova maior.
Quanto ao resto já tudo ou quase tudo foi dito desta segunda meia maratona mais antiga do país e muitas vezes chamada de meia das rampas devido ao seu traçado de sobe e desce constante.
Participei pela primeira vez nesta meia corria então o ano de 2007, de lá para cá, ano após ano marquei presença em cada uma das edições que se foram realizando, neste 2018 sem treinos e com a Vitória a regressar a Portugal precisamente na tarde do passado sábado depois de uma estadia em Espanha, estive até à última na dúvida em participar ou não.
Sexta decide inscrever-me, sábado na companhia da Isabel rumámos a São João das Lampas, consciente da minha falta de treinos parti lento e decidido a seguir ao ritmo que o corpo fosse ditando, surpreendentemente correu muito melhor do que antecipava e nem as mais de duas horas que demorei para terminar (foi mesmo a minha segunda meia mais lenta nas mais de 60 que já corri) foram suficientes para me tirar a alegria de mais uma vez ter terminado esta meia de eleição.
Prova feita, banho tomado e pela primeira vez em tantos anos deixámos São João das Lampas ainda de dia e com a prova ainda a decorrer embora prestes a encerrar.
Para a organização e todos os voluntários um grande obrigado, para o mestre aquele abraço.


Fotos: Orlando Duarte.