Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A Rua é das Crianças.

Ninguém sabe andar na rua como as crianças.
Para elas é sempre uma novidade, é uma constante festa transpor umbrais.
Sair à rua é para elas muito mais do que sair à rua.
Vão com o vento. Não vão a nenhum sítio determinado, não se defendem dos olhares das outras pessoas e nem sequer, em dias escuros, a tempestade se reduz, como para a gente crescida, a um obstáculo que se opõe ao guarda-chuva. Abrem-se à aragem. Não projectam sobre as pedras, sobre as árvores, sobre as outras pessoas que passam, cuidados que não têm.
Vão com a mãe à loja, mas apesar disso vão sempre muito mais longe.
E nem sequer sabem que são a alegria de quem as vê passar e desaparecer.

(São João da Ribeira, 27 Fevereiro 1933 – Queluz, 8 Agosto 1978)

9 comentários:

Fernando Andrade. disse...

Isto é lindo, Amigo António. Lindo!

A sua "Selecta" visando a criança é mesmo de eleição.
Ainda ando com aquela do F.Pessoa :
"A criança que fui chora na estrada..." que nos trouxe e
que é também genial.

E muito obrigado pelas simpáticas palavras deixadas no "cidadão".
Grande abraço.
F.A

Nadais disse...

antónio,

como sempre belo texto.

sempre é bom receber boas palavras.

valeu!

nadais

Ms Harkins disse...

António,

gostei muito! Realmente, as crianças sempre vão mais longe do que onde as levamos... a imaginação e criatividade delas são imensuráveis.

Abraço

Samuel disse...

Antonio

A sensibilidade de uma criança é bem maior do que a de um adulto embora elas não consigam transformar tudo o que sentem em palavras.

Um grande abraço

Samuel

Jorge disse...

Belo conto amigo Antônio.
Bons treinos e bom final de semana.

Um abraço,

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com

Ricardo Hoffmann disse...

Bravo!! Viva a Vitória ser eterna inspiração do papai. Belo texto. Obrigado.

António Almeida disse...

Obrigado aos amigos do País Irmão e ao "Cidadão" pelas palavras.
Bom que gostaram destas palavras de um Homem de Palavra(s), Ruy Belo, que está esquecido e é pena, as suas palavras mereciam mais.
Abraço.

Luciane disse...

Olá...Descobri o seu blog através do Carlos lopes e gostei bastante. também tenho um blog de corridas, o JUST RUN!, se quiser dar uma passadinha por lá, será um prazer recebê-lo. Add o teu blog lá para acompanhá-lo ok??

abraços e ótimos treinos

lucy-justrun.blogspot.com

António Almeida disse...

Luciane
claro que aceito com muito prazer o seu convite. Até já.