Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



segunda-feira, 29 de junho de 2009

30ª Corrida das Fogueiras.

Lado esquerdo em cima: levantamento do dorsal.
Lado esquerdo em baixo: eu e a Vitória.
Lado direito em cima: a zona de partida da prova (horas antes).
Lado direito ao meio: a família do corredor.
Lado direito em baixo: eu com o Carlos Lopes na zona de partida.
[clicar na imagem para ver melhor]

Na noite do passado sábado disputou-se a 30ª Corrida das Fogueiras, prova organizada pelo Município de Peniche.
A prova teve um número recorde de 1762 atletas classificados na meta, dos quais 1589 homens e 173 senhoras, respectivamente, 90,2% e 9,8% do número total.
Os mais rápidos foram, em masculinos, Daniel Martins (Núcleo Sportinguista da Lourinhã) com o tempo de 49'42'', e, em femininos, Chantal Xhervelle (Casa P Liberty Seguros) com o tempo de 1h02'48''.
Como complemento da prova principal com os habituais 15 km disputou-se também uma prova sem carácter competitivo com 6 km, este ano em 9ª edição, a Corrida das Fogueirinhas, a qual registou uma forte participação.
O Largo da Ribeira Velha como habitualmente foi o local de partida e de chegada das 2 provas (Fogueiras e Fogueirinhas).

Foi a minha 4ª participação nas "fogueiras" (2003, 2007, 2008 e 2009) tendo demorado desta vez 1h09'49'' (média de 4'39'' por km) a completar a distância.
Classifiquei-me no lugar 515 da geral e no meu escalão, M45, ocupei o 75º lugar (escalão em que terminaram 244 atletas).

As minhas "Fogueiras 2009":
Chegámos por volta da hora de almoço a Peniche, hora a que eram poucas as pessoas que procediam ao levantamento dos dorsais pelo que nos despachámos rápido desse processo e fomos almoçar…o vento que se fazia sentir era já um forte indicador de que a prova não ia ser fácil.
Passámos a tarde com a Vitória nas piscinas do hotel em que ficámos alojados, tarde que esteve apesar do vento bastante agradável.
À hora que saímos do hotel para irmos para o local da prova (pouco depois das oito e meia da noite) começou a chuviscar mas parou quase de seguida, o vento esse continuava a fazer-se sentir fortemente presente.
Logo à chegada encontrei o Carlos Lopes, mais tarde depois de tirar umas fotos com a Isabel e a Vitória dirigi-me para a zona de partida e reencontrei o Carlos tendo ficado por ali até à partida da prova.
À distância ainda consegui ver o Joaquim Adelino e os seus acompanhantes familiares (Daniel e Hugo)…
Pouco depois era dada a partida da prova, 15 quilómetros de puro prazer de correr, os metros iniciais ainda com os foguetes a estalarem no ar, os passeios apinhados de pessoas, os incentivos, as palmas, o vento forte, o cheiro a mar, o escuro da noite, sentir na pele o quente das fogueiras…
Pouco depois da primeira légua da prova nova passagem pelas imediações da zona de partida, no local combinado lá estavam a Isabel e a Vitória, seguiu-se a passagem por aquelas ruas estreitas que me lembram sempre Almada velha, o desembocar naquele largo onde está a estátua às bordadeiras de Peniche, largo completamente apinhado de pessoas, muitas palmas, muitos incentivos, alguns atletas iam correspondendo levantado os braços o que ainda puxava mais pelos incentivos, grande ambiente de festa, dos atletas e das gentes boas de Peniche…único no país.
Já após ter completado a 2ª légua da prova, o que fiz em 45'16'', a chuva quis também marcar presença na noite mágica de Peniche e foi com chuva que completei a 3ª e última légua da prova.
Pouco depois voltei para junto da Isabel e da Vitória (tinha-as visto quando passei para a meta), a Vitória vencida pelo dia intenso dormia já nos braços da mãe, muitos atletas ainda a caminho da meta, nós voltamos para o nosso hotel e mais uma vez não marcámos presença no arraial…

Domingo tomámos o pequeno-almoço no hotel, na sala muitas camisolas amarelas e vermelhas…
Passámos ainda todo o dia de domingo em Peniche, dia que esteve muito bonito, à hora que iniciámos o regresso tinha começado a chover.
Voltarei para o ano às "fogueiras" de Peniche, cidade apelidada de "capital da onda" mas que no passado sábado bem que podia ser chamada com extrema justiça de capital das corridas de rua em Portugal.

12 comentários:

JOSÉ LOPES disse...

"Quem corre por gosto não se molha"

Parabéns por mais uma prova

Com os cumps
J.Lopes

luis mota disse...

Olá António!
Mais uma bela jornada da família Almeida.
Domingo estarei em Lisboa nos 511 anos da SCM.
Cumprimentos para todos,
Luís Mota

Fernando Andrade. disse...

Amigo António
Parabéns por mais uma presença em Peniche, onde também eu gostaria de ter estado. Mas este ano não deu. É, de facto, uma das minhas corridas preferidas onde, com ou sem sardinhada, gosto de marcar presença. Mas a Corrida das Festas da Cidade do Porto, onde pude fazer 15 dos 42,195 da Maratona, falou mais alto. Pena que este ano tenha coincidido mas agora não há nada a fazer.Falhei a 30ª de uma clássica mas estive presente na 10ª de outra. E desta vez, o tempo favoreceu o Porto, pois apesar de encoberto, esteve sempre uma temperatura bastante agradável. Sabia mesmo bem andar ali correr (isto, sou eu a querer fazer inveja...)
Grande abraço.
FA

joaquim adelino disse...

Olá amigo António.
Parabéns pelo resultado na prova e e pelo bonito relato que a tranforma ainda mais atraente, que o diga o fernando Andrade que de forma saudável tentou comparar.
O António está numa boa forma, o tempo quanto a mim e apesar de tudo também ajudou, principalmente a partir dos 10kms.
Parabéns também por mais uma vez conciliar a corrida com os compromissos familiares, proporcionando desta forma a passagem de mais um excelente fim de Semana.
Um abraço.

Carlos Lopes disse...

Olá António

Gostei muito de vós reencontrar, a Vitoria esta linda e grande. Parabéns pela tua participação. Agradeço as fotos enviadas.

José Xavier disse...

Olá António;

Já vi que também é "amigo de Peniche ", pela corrida das fogueiras e pela agradebilidade das suas gentes.
Sou oriundo daquela região ( Torres Vedras)e é cidade que conheco bem.

O seu relato da corrida, deixa-me uma imagem de saudade e de incentivo a um dia talvez participar.

pelo seu tempo de corrida, está de parabens, e mesmo que a chuva possa ser desagradavél, poderá ser um bom elemento, na prestacao da corrida.

Nós estamos a fazer a nossa última corrida, antes de férias, no próximo sabado dia 04 ( eu farei 12 km a Amélia 5 km), depois faremos as malas rumo a Portugal.

Um abraco amigo

José Xavier - Holanda

Joka disse...

Show amigão, parabéns pelo resultado.... Grande guerreiro.

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Antônio que espetáculo de prova hein foi essa a corrida das Fogueiras Parabéns pelo belo tempo e pela outras participações suas nestas provas...
As fotos suas e com sua família ficaram lindas...
Bons treinos,

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

JOSÉ NARCISO disse...

Olá António!!!
Parabéns pela prova efectuada!!!
Cumprimentos para a familia Almeida.
1 abraço
José Narciso

Mark Velhote disse...

Olá António

É um relato que motiva uma futura participação.
Digo-lhe que é uma sorte a família acompanhá-lo neste maravilhoso mundo das corridas.
Parabéns pelo tempo conseguido e mais uma vez pela descrição e participação nesta bela prova.

1 Grande Abraço

BritoRunner disse...

Parabéns por mais uma corrida das fogueiras.
Também estive presente mas com tantos atletas e com aquelas condições climatéricas não deu para encontrar todos os blogers.

Esta época está a acabar, que venha a próxima.

JCBrito

MPaiva disse...

António,

Muitos parabéns pela prova realizada e pelo sumarento relato de um fim de semana em família!

abraço
MPaiva