Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



terça-feira, 18 de maio de 2010

II Meia-Maratona na Areia.

Numa excelente organização da "Associação Desportiva O Mundo da Corrida" teve lugar na manhã do passado domingo a II Meia-Maratona na Areia, prova disputada ao longo das belíssimas praias da Costa da Caparica tendo decorrido simultâneamente uma corrida/caminhada com a distância de 10 quilómetros, esta sem fins competitivos.
A partida e chegada da prova teve lugar na nova praia e ponto de retorno já para além da Fonte da Telha.
De referir que a prova teve como padrinho o Professor José Araújo, o qual foi largamente ovacionado pelos participantes antes da partida, a qual foi dada pelo próprio Professor que continua apesar da já sua avançada idade a manter um espírito jovem, a Isabel esteve à conversa com ele e ficou deliciada, pena que não pude também eu desfrutar das palavras do Professor, do mestre.

Participei na prova em representação da equipa "CyberRunners" constituída por muitos dos participantes no III Meeting Blogger, motivo pelo qual ainda antes da partida da prova foi tempo de rever muitos desses companheiros e de tirar a foto do grupo.
Já na zona de partida tive também o prazer de conhecer pessoalmente mais um companheiro daqui da blogosfera que simpaticamente se apresentou, o Filipe Fidalgo do blog "Corredor de Domingo".
Parti na companhia do Vitor e do Filipe, ainda nos quilómetros iniciais vimos passar o casal Susana/Daniel, pouco depois o Andrade.
Aos poucos também o Vitor e o Filipe foram-me ganhando algum avanço, numa altura em que corria já a "solo" passei pelo Daniel que seguia a passo (problemas de saúde mas nada de grave limitaram o seu desempenho).

Continuei a correr não muito rápido ao contrário do meu pensamento que o senti a correr bem rápido para a noite de sábado, o rosto feliz da Isabel, a graciosidade da pequena bailarina, … uma onda apanhou-me desprevenido, continuei a correr à beirinha da água, continuei a sentir a suave rebentação aos meus pés, a ouvir o suave som da mesma, … de novo a noite de sábado, a música, Vivaldi, Beethoven, os saltos da pequena bailarina, por um breve instante suspensa no ar, âmbar, rosa, os pequenos pés que de fugida beijam o solo, de novo no ar, a música, os pés encharcados, sentir a pele quente, azul, o mar, a areia…

Já com alguns quilómetros corridos fui saudado pelo homem que só pára na lua, o João Paixão, que seguia uns largos metros à minha esquerda, retribui-lhe o cumprimento, quase constantemente a água continuava também ela a correr em estreitos canais aos meus pés.
Pouco depois fui apanhado pelo Ricardo, trocámos algumas palavras, incentivei-o a seguir, com a forma com que ele está sabia que podia ir bem mais rápido, o que ele fez sem que sem antes não me deixasse mais algumas palavras, "Aguenta-te Sempre!".
Eu continuei a correr e pouco depois foi tempo de começar a ver passar os primeiros atletas que já vinham do ponto de retorno, um forte incentivo ao Nuno Romão (acabou em 2º) que seguia num duo que comandava a prova, pouco depois mais um forte incentivo, dessa feita ao Paulo Martins que seguia também entre os primeiros (acabou em 6º).
Nessa fase da prova em que me ia cruzando com os que já estavam de regresso, foi a fase mais "durinha" da prova pois esse cruzar entre atletas obrigava por vezes a correr na areia solta ou em alternativa na água, quando tive que optar fui sempre pela água…
Os que já voltavam continuavam a passar bem rápidos, o Mark Velhote que fez uma grande prova (terminou em 28º), algum tempo depois o Jorge Serrazina, para mim uma lenda viva das corridas de longa distância e também ele a representar os CyberRunners, um grande incentivo também à Susana já nessa fase da prova bem destacada das restantes participantes e a correr para a sua 2ª segunda vitória na prova depois de ter vencido também a 1ª edição.
Já bem perto do ponto de retorno tempo ainda para me cruzar com o Miguel, o Veloso, o Filipe, o Ricardo, não estou certo se por esta ordem, certo estou dos incentivos mútuos.

Também eu cheguei ao ponto de retorno onde existia um ponto de controlo e onde estavam de "serviço" os bem conhecidos atletas do "Mundo da Corrida", o José Magro e o Tigre (Luis Miguel).
Após esse ponto de retorno foi tempo de começar a ver passar os "CyberRunners" que faziam ainda a aproximação a esse ponto (Vitor Dias, Meixedo, Mário, Pedro), quase sempre incentivos mútuos, também outros companheiros das corridas, a Analice (outra lenda viva), o Carlos Coelho, o António Pereira.
Numa altura em que corria perto do Vítor Dias cruzámo-nos com a Otília, de novo os incentivos, de novo a festa dos "CyberRunners".
Nesse meu regresso outros houve que não consegui ver passar pois a largura disponível para correr era bastante, optando uns por correr mais em cima, outros mais em baixo…
Como fiz a prova sem relógio (o Garmin "recusou-se" a trabalhar”) tive poucas indicações, quer dos quilómetros corridos, quer do tempo, sei que no regresso me senti bem solto, não sei se mais rápido.
Nos últimos quilómetros corri quase sempre "isolado", fui sendo ultrapassado por alguns atletas e eu mesmo ultrapassei outros.
À medida que os contornos da Costa da Caparica iam ficando mais definidos dei por mim a correr no meio de muitos dos participantes na caminhada, foi um dos momentos que mais gostei em toda prova.
O último quilómetro da prova, o mais desejado sempre, o pórtico de chegada cada vez mais bem perto, últimos metros na areia solta, muito bom o "cheirinho" a 1 de Agosto, a mão da pequena bailarina, sorrisos, aplausos, mais uma meta conquistada, a dois, parar de correr, o beijo da Vitória, o doce sabor da felicidade.

Já após o reencontro com muitos dos "CyberRunners" tive também o prazer de rever a Filipa Vicente que participou na prova de 10 quilómetros.
Seguiu-se um resto de dia na companhia de muitos amigos que estiveram presentes no III Meeting Blogger.
Termino com as mesmas palavras (substituindo apenas manhã por dia e acrescentando "mais que") com que há um ano terminei o meu post referente à minha participação na I Meia-Maratona na Areia:
"Excelente dia de domingo, a corrida, a família e os amigos (daqui da blogosfera e os outros), trinómio mais que perfeito."

Parte da equipa envolvida na organização:

Foto de Isabel Almeida


Dados da minha prova:
Tempo: 1h50'32'
Ritmo: 5'14''/km
Lugar Geral: 134 (338 atletas)
Lugar Escalão [M4549]: 18 (56 atletas)

6 comentários:

Mário Lima disse...

Olá António.

São perto das seis da manhã. Talvez o sol já desponte lá fora e não estando nem ao som de boleros nem de Vivaldi, compreendo a tua alegria e os teus pensamentos vendo a Vitória "voando" no tablado do Sarau.

Os meus agradecimentos à Isabel pela reportagem fotográfica. Serão uma referência no futuro de um passado que foi lindo.

Mais uma prova feita por ti no teu melhor e o segurar mão da bailarina e com ela voar até à meta final ao encontro de quem lhe deu o ser é lindo.

Abraços e beijinhos para as "meninas".

José Alberto disse...

Olá António,

É bom sentir a felicidade com que descreve estes momentos, sinal da importância que eles têm para si.

Também para mim foi muito importante estar com o António e restante família, deste vez sem ser a correr.

Grande abraço

José Alberto

joaquim adelino disse...

Olá António, pelo menos vamos ficando mais tranquilos em relação à Geira, foi um bom teste este da areia mas aquilo lá deve ser único, pelo menos para nós, vamos ver como vai ser.
Parabéns pela excelente corrida e pelo relato que a transcreve, lamento não o ter visto mas aquilo estava difícil onde nos cruzámos e toda a atenção era pouca.
Um abraço e até à Geira.

Filipe Fidalgo disse...

Amigo, António.
O sentimento que coloca nas suas palavras mostram bem o amor que sente pela sua familia e a paixão com que corre.
Parabéns à pequena bailarina que pelo o que descreve, dança maravilhosamente.
Foi um enorme prazer conhece-lo pessoalmente, que a Geira lhe corra da melhor maneira, companheiro.
Um Grande Abraço.
Filipe Fidalgo

luis mota disse...

Olá António!
Mais uma vez te felicito pela prova e principalmente pela participação no encontro.
Depois de um belo fim-de-semana aproxima-se um grande desafio.
Espero que tudo vos corra bem.
Cumprimentos para todos,
Luís mota

Rui Pena disse...

Olá António,

Fiquei preso ao teu relato... até parecia que estava ao teu lado a fazer a prova.

Abraço,

Rui