Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



sexta-feira, 18 de junho de 2010

Saramago.

Clicar aqui.

6 comentários:

Fábio Pio Dias disse...

Portugal está de luto, com a morte deste nobel, que elevou e prestigou a literatura nacional além fronteiras.

Saramago RIP

joaquim adelino disse...

Morreu sereno e consciente,tal como viveu ao longo da sua vida.
Só espero é que agora os esbirros que motivaram o seu exílio voluntário em Lazarote não venham agora derramar lamentos envenenados de ipocrisia à sua lúcida e brilhante memória.
Morreu tranquilo e de bem com a sua consciência.
Até Sempre.
Um abraço amigo António.

Vitor Veloso disse...

Saramago, “Special one” da literatura portuguesa.
Que descanse em paz.

João Paulo Meixedo disse...

Um ultra-maratonista que se foi.
Uma referência de nobreza de carácter, com uma espinha dorsal como poucas. Para além do homem também se foi o escritor português que mais me marcou.

João Paulo Meixedo disse...

... marca!

Anónimo disse...

Fábio, Joaquim, Vitor e Meixedo
obrigado pelas palavras.
Abraço,
António Almeida