Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

13ª Meia-Maratona Ribeirinha da Moita.

Ontem de manhã participei na 13ª Meia-Maratona Ribeirinha da Moita, foi um regresso a uma prova em que já tinha participado em 2008 e de que tinha gostado bastante (tal como aconteceu de novo este ano).
Foi mais uma participação em provas (a 4ª) das cinco que tinha previsto até à Invicta (fica a faltar Almeirim), foi mais uma participação numa prova que funcionou como substituição do longo semanal e se bem que desta vez me tivesse faltado correr alguns quilómetros antes da prova ainda assim foi uma manhã com saldo positivo.

Daqui da blogosfera e a caminho igualmente da Invicta, tivemos por lá o Luís Mota, o Nuno Cabeça, o João Paixão, o Joaquim Adelino e os meus companheiros "TANDUR" Vítor Veloso e Filipe Fidalgo, também o "leão" Paulo Martins.
Tal como há dois anos tive também a companhia das minhas meninas se bem que desta vez a meta foi cortada a solo.

Nesta semana já a correr, a 7ª das 10 semanas que delineei como preparação para a Maratona do Porto, será também a última desta fase crucial da preparação, no final desta semana o essencial estará feito, na próxima entrarei no chamado "tapering"…
Faltam agora 26 dias para a Maratona do Porto.

Dados da minha prova:
Distância: 21,1 km
Tempo: 1h39'55''
Ritmo: 4'44''/km
Lugar Geral: 273 (522 atletas)
Lugar Escalão [M45]: 41 (71 atletas)

11 comentários:

NK disse...

António,

Parabéns pela prova e obrigado pelas saudações de apoio ;)

Vitor Veloso disse...

Hello,
Foi uma excelente manha passada na vossa companhia.

Eu também gostei muito desta prova, recomenda-se.

Fizeste uma boa Meia a caminho do Porto, controlada do principio ao fim, na tua maneira de correr muito característica, que admiro.
No Porto com certeza farás 3h30, pelo menos convicto que sim.

Agora Almeirim, nem que seja para comer um bela sopa da pedra.

Abraço
Vitor
TANDUR

Fábio Pio Dias disse...

Boa António!

Mais uma prova "treino", com um tempo que quase que posso afirmar que está numa forma estupeda e até aposto que irá fazer o melhor registo da Maratona na Invicta.

Abreijos e fique bem!

Carlos Lopes disse...

António

Parabéns por mais esta marca e prova

Mário Lima disse...

António

Mais uma prova a juntar a tantas outras que durante este ano estás a fazer e com tantos pisos diversos.

Se alguém me dissesse um dia que iria participar em provas de subir e descer montanhas, por trilhos e caminhos de cabras eu diria que estavam "malucos" pois não me estava a rever nesse tipo de terrenos tão habituado estava ao alcatrão (com raras excepções).

Assim te vejo. Mudas de terreno mas sempre com uma facilidade em que os tempos não diferem muito, pois tens uma passada certa, seja nas subidas, descidas ou terrenos planos.

Mais um bom tempo, numa boa prova e agora só falta Almeirim para o começar a repôr as energias necessárias para a Maratona no Porto.

O paradoxo disto é que já fizeste tantas "maratonas" em terrenos bem difíceis mas uma Maratona em estrada sempre é outra coisa.

:)

Abraços e Parabéns.

MPaiva disse...

António,

Parabéns por mais uma prova completada com a regularidade quase britânica a que nos tens habituado. Estou certo de que isso significa que que a preparação está a ser bem feita e que o dia 7 vai ser de grande satisfação!

abraço
MPaiva

Filipe Fidalgo disse...

Companheiro,
Parabéns por mais uma prova e ao mesmo tempo por mais uma jornada concluída a caminho do Porto.
É sempre um prazer ver os Tandur originais lado a lado na liha de partida e poder abraça-los á chegada.

Um grande Abraço e Beijinhos á familia.

José Xavier disse...

olá António;

Num bom ritmo a caminho da Maratona no Porto. Estamos a seguir esse bom andamento.

Um abraço para todos
dos Xavier's

E agora uma sugestão:
Meu caro a Xistarca com a Câmara Municipal de Torres Vedras está a organizar no dia 17 de Outubro , a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada e a Prova do Bicentenário das Linhas de Torres. É a primeira vêz que vão organizar esta prova e não sei se é para continuar, espero bem que sim !
É um traçado lindo que vai ter esta prova, piso de asfalto e um sobe e desce interessante, para os 15 km de corrida.
É pena que não possamos participar, porque só à poucos dias tivemos conhecimento, pois a prova vai mesmo passar na aldeia que nos viu crescer ( Runa).
Se tiveres interessado participa e vais ver que decerto vais gostar de uma linda região, bem perto de Lisboa.

joaquim adelino disse...

Amigo António, fica aqui os meus parabéns pela excelente prova que realizou. No final nem deu para conviver um pouco com a rapaziada amiga, após a chegada fui ter com a família que já me aguardava.
Espero em Almeirim ter o tempo suficiente para conversar um pouco.
Abraço.

ana paula pinto disse...

E já somou mais uma em grande "estilo":-)
Este homem das palavras que, por acaso também corre (ou será ao contrário?...) é quase o meu "ídolo" nestas andanças das corridas (digo quase porque não tenho ídolos, apenas pessoas que admiro)...mas ao António, admiro muito:
porque traça objectivos exequíveis mas aliciantes
porque traça plano de treinos adequados
porque cumpre esses planos
porque é objectivo mas sensível
porque nunca esmorece nem desiste.
Transmite força, coragem e determinação. Por tudo isso e, por muito mais, o António Corredor ou Falador é "quase" o meu ídolo!

Parabéns!
um beijo

ana paula pinto disse...

E já somou mais uma em grande "estilo":-)
Este homem das palavras que, por acaso também corre (ou será ao contrário?...) é quase o meu "ídolo" nestas andanças das corridas (digo quase porque não tenho ídolos, apenas pessoas que admiro)...mas ao António, admiro muito:
porque traça objectivos exequíveis mas aliciantes
porque traça plano de treinos adequados
porque cumpre esses planos
porque é objectivo mas sensível
porque nunca esmorece nem desiste.
Transmite força, coragem e determinação. Por tudo isso e, por muito mais, o António Corredor ou Falador é "quase" o meu ídolo!

Parabéns!
um beijo