Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



quinta-feira, 7 de abril de 2011

Trilhos do Almourol 2011 (Palavras).


Numa organização do CLAC - Clube de Lazer, Aventura e Competição do Entroncamento teve lugar no passado domingo o evento "Trilhos do Almourol 2011", o qual apresentou 2 níveis de participação em trail (trilhos e mini-trilhos) e um em marcha (caminhada), sendo que os percursos das provas percorreram zonas dos concelhos de Abrantes, Tomar, Constância, Vila Nova da Barquinha e Entroncamento.

A prova de "trilhos" na distância de 39 quilómetros teve partida na povoação de Aldeia do Mato; a de "mini-trilhos" na distância de 22 quilómetros (segundo o meu garmin) teve partida na vila poema (Constância) e a "caminhada" teve partida em Almourol, sendo que as 3 provas terminaram no Parque no Bonito na cidade ferroviária (Entroncamento).

Se no ano de estreia (2010) a organização esteve num nível muito bom neste ano de 2011 conseguiu ainda assim superar-se, melhor é quase impossível. Pessoalmente e em relação às muitas provas em que tenho participado considero que estes "Trilhos do Almourol" no global estão um patamar acima das melhores.

Os meus "mini-trilhos do Almourol":

Há um ano fiz a prova maior, neste ano de 2011 decidi participar na prova mais curta, os "mini-trilhos".

Antes da partida tempo para rever companheiros da blogosfera, Ana Pinto e Nuno Romão, também eles a participarem na prova "mini", rever outros companheiros das corridas, a Susan Mota que se estreou em trilhos, para algum tempo de conversa com o Moutinho e o Asdrúbal Freitas, o qual viria a ser 1º classificado da prova. Depois a surpresa de os metros inicias da prova serem feitos em pelotão compacto e a baixo ritmo, 2 elementos da organização (um dos quais o "vassouras") comandaram o pelotão nessa fase inicial (tipo o G.P. da Arrábida das Lebres do Sado), metros inicias nos quais ia comentando com o Romão que este era mais um fenómeno do Entroncamento, a prova a decorrer e eu ali ombro a ombro com ele, claro que depois quando houve ordem para correr (na zona onde é dada a partida do G.P. da Páscoa de Constância) o Romão que logo tomou o comando da prova em menos de nada se destacou de todos os demais (o Asdrúbal só o passaria por volta do 18º km).

Neste meu regresso aos trilhos do Almourol regressei também às quedas (há um ano por volta do 27º km, este ano logo nos primeiros quilómetros), deve ser mais um fenómeno do Entroncamento, ter um historial de duas quedas em provas e as duas serem nestes trilhos do Almourol.

Gostei bastante do percurso, o qual coincidiu com fase final da prova maior, percurso com algumas zonas de rara beleza, gostei especialmente na passagem na zona do castelo de Almourol com ele ali tão perto, da proximidade do rio, daquela zona com aquela vegetação alta com flores brancas, da outra zona com vegetação rasteira com flores roxas, das muitas zonas coloridas de amrelo, gostei também muito de ter conseguido fazer praticamente todo o percurso a correr e por vezes em bom ritmo, percurso que realizei praticamente quase sem ter ninguém por perto, em especial a partir da zona do 2º abastecimento até aos quilómetros que antecederam a zona do 3º abastecimento e em que fui passando por muitos dos caminheiros.

Conclui os 22 quilómetros em 2h13'48'', soube a pouco mas soube bem, extraordinariamente bem.

Não posso passar sem referir a excelente companhia que a família teve durante o bem servido e delicioso almoço, Ana Pinto, António Pereira, o casal Mota e Ana Groznik e, já na fase final também do Joaquim Adelino, o "pára" que não "pára" mesmo ainda que por estes dias se veja impossibilitado de fazer aquilo que ele tanto gosta.

Igualmente não posso passar sem salientar a simpatia dos "Britos" que apesar de terem estado extremamente ocupados ainda assim fizeram questão de nos dedicar algum do seu tempo.

Por fim dizer que os "TANDUR" estiveram representados além de mim pelo Veloso que participou na prova de trilhos.

2 Fotos de Barros Simões (zona de Tancos):
Fotos aqui.

2 comentários:

BritoRunner disse...

Obrigado António pela tua presença.

Fiquei contente por saber que gostaste da prova, embora "soubesse a pouco", Aquela partida simbólica faz todo o sentido pois o espírito do trail e poder correr junto dos amigos e poder tirar gozo da paisagem (o quilómetro a mais foi de aquecimento),quanto às quedas tenho a dizer-te que és totalista.... 2 presenças e 2 quedas.

Saudações Trailianas

Vitor Veloso disse...

António,
No entroncamento estás vocacionado para quedas, estou a brincar mas no trail as quedas são imprevisíveis.
Foste a pequena o que interessa e participar e correr, realizas-te uma boa prova.
Nos trilhos de Almourol representamos a alto nível o nome TANDUR.
Ate domingo
Abraço
Vítor