Amigos das Palavras

“…quando ia treinar passava pelas ruas a correr e ninguém podia imaginar o mundo de palavras que levava comigo. Correr é estar absolutamente sozinho. Sei desde o início: na solidão é-me impossível fugir de mim próprio. Logo após as primeiras passadas, levantam-se muros negros à minha volta. Inofensivo o mundo afasta-se. Enquanto corro, fico parado dentro de mim e espero. Fico finalmente à minha mercê. No início, tinha treze anos e corria porque encontrava o silêncio de uma paz que julgava não me pertencer. Não sabia ainda que era apenas o reflexo da minha própria paz. Depois, quando a vida se complicou, era tarde demais para conseguir parar. Correr fazia parte de mim como o meu nome…”

Palavras de José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Vinte Quilómetros de Almeirim 2012.


Na manhã do próximo dia 28 de outubro disputa-se pela 26ª vez uma das clássicas das corridas de estrada em Portugal, os "Vinte Quilómetros de Almeirim", que como habitualmente terá uma organização da "Associação 20 Kms de Almeirim". Em simultâneo, disputa-se uma prova para Deficientes (cadeiras de rodas) e uma prova não competitiva (Mini Prova) com distância de 5,5 km, estando a partida marcada para as 10 horas da manhã e sendo a prova para deficientes a primeira a partir.
Como já é tradição nesta prova de Almeirim (uma das cidades da chamada "Rota da Sopa De Pedra"), no final da prova a organização da mesma oferece aos participantes uma refeição regional volante composta por sopa de pedra, fruta, vinho e caralhotas (pão regional).

Participei pela 1ª vez nesta clássica no ano de 2009 e voltei a estar presente em 2010, no ano passado apesar de inscrito não pude estar presente impossibilitado que estava na altura de correr, voltarei neste 2012 a estar presente numa das melhores provas em que já participei.
Na lista de inscritos constam para já 708 atletas na prova dos 20 kms e 688 na Mini.
Site da prova aqui.

2 comentários:

Jorge Branco disse...

Uma das provas que fica mais perto da minha casa (embora aos fins de semana não haja aqui transportes públicos!).
Mas, para meu azar, calha no mesmo dia da Corrida do Monge e para mim o Monge é sagrado!

luis mota disse...

A alteração da prova de sábado para domingo vai impossibilitar a presença de muitos atletas. No domingo são muitas as provas de qualidade e no sábado, dia em que era a prova, seria melhor opção. Apesar de no domingo correr na Maratona do Porto, estaria em Almeirim, tal é o carinho que tenho por esta prova e suas gentes. Assim como maratonista que sou, a opção Maratona supera qualquer corrida.
Boa prova para todos os que vão estar nessa grande corrida.