Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



terça-feira, 26 de março de 2013

23ª Meia-Maratona de Lisboa.

Na manhã do passado domingo Lisboa foi palco da que é considerada por mérito próprio a melhor meia-maratona do mundo.
A prova teve partida em Algés para os atletas de elite, às 10h15 para as senhoras, às 10h25 para os atletas em cadeiras de rodas e às 10h30 para os atletas masculinos.
No Pragal, na margem sul do Tejo, às 10h30 partiram todos os restantes participantes, os da prova da meia-maratona que haveria de registar 8183 atletas classificados na meta e os milhares de participantes da "mini", no total terão sido perto de 40.000. 
A meta para todos como habitualmente esteve instalada junto ao Mosteiro dos Jerónimos em Lisboa.
Bernard Koech e Edna Kiplagat, atletas do Quénia, venceram em masculinos e femininos, respectivamente.
Na prova em cadeiras de rodas triunfou o espanhol Roger Puigbo.
Entre os portugueses, José Rocha no 11.º lugar em masculinos e Dulce Félix no 5º lugar em femininos, foram os atletas mais bem classificados.
Eu também estive lá e tal como há 10 anos quando então na 13ª edição corri a minha 1ª meia-maratona, na companhia da Isabel.
Foi a minha 7ª meia-maratona de Lisboa (2003, 2007 e 2009 a 2013). 


Dados da minha prova:
Dorsal: 6794
Distância: 21,1 km
Tempo: 1h39'38''
Classificação geral: 1342 (em 8183)
Classificação escalão (M50): 98 (em 540)

4 comentários:

Helena Clebsch Vidal disse...

Parabéns, Antônio. Excelente prova. Seu tempo foi ótimo. Que venha o merecido descanso e bons km's pela frente.
Abraço

Helena
correndodebemcomavida.blogspot.com

Jorge Branco disse...

Parabéns pela excelente prestação! Um abraço.

luis mota disse...

Parabéns António. Excelente prova assim como é esta prova nacional. Depois da tua brilhante prestação em Badajoz agora novo bom desempenho na capital Muito bom. Grande abraço.

Hayra Lima disse...

Parabéns Guerreiro!! Superando sempre as metas!! As corridas de ruas sempre me dão frio na barriga,rs sempre! Adrenalina me consome, mas ai penso em todo meu treinamento consigo equilibrar o friozinho na barriga,rs! Saúde Guerreiro!