Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



segunda-feira, 8 de abril de 2013

XV Edição LXVII Millas Romanas.

Plaza de España, Mérida, sexta-feira, dia 5 de abril de 2013, pouco antes das 21 horas:
 
 
Mérida, sábado. dia 6 de abril de 2013, pouco depois das 13 horas:
 
 

Um ano depois voltei a percorrer as LXVII Millas Romanas (cerca de 100 quilómetros), um ano depois muita coisa foi diferente...
Da participação mais numerosa de portugueses (cerca de 20) de há um ano para a provavelmente mais reduzida de todas as que já estiveram presentes (apenas quatro este ano).
De um percurso bem fácil, o habitual em edições anteriores, para um bem mais difícil devido não só às alterações introduzidas no mesmo percurso provocadas pela subidas da água do rio bem como pelo estado de grande parte do terreno que percorremos onde sentimos em cada metro as marcas deixadas pela muita chuva que por aquelas bandas também tem marcado presença.
De uma noite chuvosa de há um ano para um noite deste ano com um dos mais belos céu estrelados a fazer-me recordar outras noites de há muitos anos, muitas vezes eu olhei aquele céu...
Das pouco mais de 14 horas que demorei há um ano para as cerca de 16 horas que demorei este ano.
Comum aos dois anos a presença das minhas princesas, antes, durante e na hora da chegada...

4 comentários:

TÓ MANÉ disse...

António Almeida...Muitos Parabéns!! Mais uma grande prova concluida para enriquecer o teu vasto palmarés.
Estás em forma!
Um grande Abraço

Jorge Branco disse...

Parabéns mais uma excelente prestação!
Essa grande diminuição nos número de atletas Portugueses deve ter muito a ver com todas as dificuldades económicas que muitos estão a viver.
Um abraço.

António disse...

Amigo António Almeida como te disse esta prova não competitiva, embora a competição esteja presente, é na minha opinião a prova indicada para os que se querem estrear na distA^ncia dos 3 digítos, quem sabe para o ano Mérida não tenha 2 Antónios Almeidas.

Amigo Jorge Branco são evidentes as dificuldades que todos vivemos, por isso mesmo estou a optar por provas perto de casa (provas de 100 km: Mérida e Portalegre).

Abraço aos dois.

Vitor Veloso disse...

Mais 100km.. parabéns