Amigos das Palavras

“…quando ia treinar passava pelas ruas a correr e ninguém podia imaginar o mundo de palavras que levava comigo. Correr é estar absolutamente sozinho. Sei desde o início: na solidão é-me impossível fugir de mim próprio. Logo após as primeiras passadas, levantam-se muros negros à minha volta. Inofensivo o mundo afasta-se. Enquanto corro, fico parado dentro de mim e espero. Fico finalmente à minha mercê. No início, tinha treze anos e corria porque encontrava o silêncio de uma paz que julgava não me pertencer. Não sabia ainda que era apenas o reflexo da minha própria paz. Depois, quando a vida se complicou, era tarde demais para conseguir parar. Correr fazia parte de mim como o meu nome…”

Palavras de José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

VIII Grande Prémio da Arrábida.

Com a "lebre" José Sousa

Numa organização da Associação de Atletismo Lebres do Sado disputou-se na manhã do passado domingo o "VIII Grande Prémio da Arrábida", evento composto por uma prova de atletismo com carácter competitivo na distância de 12,5 km e por uma prova não competitiva (vulgo caminhada) na distância de 7,5 km.
Ambas as provas tiveram partida e chegada no jardim de Vanicelos em Setúbal.
Na prova principal o habitual percurso desenhado num misto de alcatrão e terra batida apresentou como única dificuldade os cerca de 2 km da subida da "Cobra", sendo o restante percurso praticamente plano ou a descer.
Esta prova tem a particularidade técnica do 1º km da mesma ser corrido em pelotão guiado por duas "lebres" que não podem ser ultrapassadas, depois cada atleta pode imprimir o seu próprio andamento.
Outra particularidade desta prova é o seu conhecido abastecimento de moscatel, um dos muitos e bons vinhos da região, sendo que além deste abastecimento sui generis existiram mais dois de água.
Terminaram a prova principal 563 atletas.
Para mim foi mais uma à porta de casa, ao contrário do ano passado desta vez tive a companhia da Isabel que participou na caminhada, ao contrário do ano passado desta vez não choveu mas fez muito frio…
Tal como no ano passado e durante a prova a obrigatória paragem no "tal" abastecimento, Artur, Jorge Pereira, Mayer, Estela, companheiros das corridas, na manhã de domingo na nobre missão de servirem o néctar, não me fiz rogado e bebi um copinho por cada um desses amigos, tal como no ano passado um tempo final a passar um pouco da hora de corrida e diversão, tal como há um ano uma manhã 5 estrelas. 

Dados da minha prova:
Dorsal: 53
Distância: 12,5 km
Tempo: 1h03'02''
Classificação Geral: 180 (em 563)
Classificação Escalão (M50): 14 (em 45)

3 comentários:

José Leandro disse...

Bom dia

Bem haja pela sua maravilhosa narração da prova. Como teve acesso aos resultados?
Bons treinos e bom Natal.
José Leandro

José Leandro disse...

Bom dia

Bem haja pela sua maravilhosa narração da prova. Como teve acesso aos resultados?
Bons treinos e bom Natal.
José Leandro

ivana. disse...

Parabéns pelo belo resultado, amigo. Meu carinho e admiração.