Amigos das Palavras

“…quando ia treinar passava pelas ruas a correr e ninguém podia imaginar o mundo de palavras que levava comigo. Correr é estar absolutamente sozinho. Sei desde o início: na solidão é-me impossível fugir de mim próprio. Logo após as primeiras passadas, levantam-se muros negros à minha volta. Inofensivo o mundo afasta-se. Enquanto corro, fico parado dentro de mim e espero. Fico finalmente à minha mercê. No início, tinha treze anos e corria porque encontrava o silêncio de uma paz que julgava não me pertencer. Não sabia ainda que era apenas o reflexo da minha própria paz. Depois, quando a vida se complicou, era tarde demais para conseguir parar. Correr fazia parte de mim como o meu nome…”

Palavras de José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Balanço 2013.

25 provas
632,7 km


5 comentários:

JoaoLima disse...

Rico conjunto de provas. Parabéns!
Um abraço

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Bom ano novo António1 Que 2014 seja tão bom ou melhor, em tudo na vida e também em Corridas!
Beijihos aí para casa também para as meninas

ivana. disse...

Bons treinos, amigo !!!!

Alexandre Duarte disse...

Tudo isso é muito bonito António, é um palmarés que invejo, mas agora diz-me meu caro e para 2014 não há planos? Bem ... indo directamente ao assunto que me trouxe aqui e deixando-me de rodeios: vais a Portalegre? Abraço

Saúde em Prática disse...

Olá, tudo bem?
Estou passando para convidar a visitar o Saúde em Prática, reativado este ano e com muitas novidades sobre exercícios físicos e alimentação saudável. Venha conferir: http://saudeempratica.blogspot.com.br/
Priscila - Profissional de Educação Física