Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

5 dias, 2 treinos, 1 prova, as máscaras da Vitória...

Os 5 dias do período de Carnaval (sexta a terça) foram, para mim, dias muito agradáveis.
Na sexta-feira foi o dia do desfile de Carnaval dos meninos do infantário da Vitória, o qual coincidiu com a primeira saída deles em grupo à rua.
Tinha sido pedido aos pais que pudessem dispor da parte da manhã para serem acompanhantes na referida saída, o que eu tive muito gosto em fazer (foi o meu primeiro ½ de férias deste ano e foi muito bem empregue).
A Vitória vestiu-se de Emília, a engraçada boneca de pano, personagem do Sítio do Picapau Amarelo.
Os meninos da sala da Vitória foram os primeiros do infantário deles a chegarem ao ponto de concentração das várias escolas e jardins-de-infância participantes no desfile.
Desfile que foi aproveitado pela educadora deles para lhes dar a conhecer algumas ruas nas imediações do infantário.
Fomos depois para dentro do ginásio, onde com os palhaços a ajudarem à festa, a mesma continuou, todos se divertiram bastante e, muito importante, portaram-se mesmo muito bem.
De volta ao infantário, é claro que os meninos aproveitaram a presença dos pais para os ajudarem a comer (o que eles fazem sozinhos nos outros dias) e também para os deitarem.
Para mim, novato em tais lides (a Vitória só desde o passado mês de Setembro é que está no infantário), foi mais uma gratificante manhã, após a tarde igualmente gratificante da festa de Natal do passado mês de Dezembro. Venham mais.
Ao início da noite realizei um treino no terreno perto da minha casa ("perto de casa" que foi um dos nomes que equacionei dar a este blog quando o criei), treino que foi para esquecer, já nem me recordava da última vez que tinha corrido com tanta dificuldade, um treino de 45 minutos de corrida contínua lenta que costumo fazer com "uma perna às costas" como se costuma dizer, já em casa comentei com a Isabel que nem acreditava que dois dias depois ia correr 20 quilómetros.

Sábado foi dia de visitar a avó Balbina, a Vitória vestiu-se de Dora, máscara escolhida por ela.
Depois do almoço em casa da avó, a Vitória quis ir ao castelo (forte de Almada), junto ao qual existe um jardim (o jardim do castelo) e que tem um miradouro, para mim o melhor, sobre o rio Tejo e sobre Lisboa.
Existe também nesse jardim um pequeno parque, onde costumamos ir frequentemente com a Vitória, nesse parque (diferente do actual é claro) também muitas vezes, em crianças, eu e a Isabel lá brincámos.
Ao final da tarde, enquanto a Isabel ficou em casa, eu e a Vitória fomos aos carrosséis que uma vez mais estão montados no terreno onde eu costumo correr.
§
Domingo foi dia de prova, os "20 km de Cascais", da qual já falei no anterior post, a Vitória (com ajuda da mamã) fez-me uma surpresa e recebeu-me depois de eu voltar de Cascais, vestida de dama antiga.

Segunda-feira, dia de trabalho e de infantário, a Vitória foi vestida de Dora, foi um dia muito calminho, foi especialmente gostoso o encontro na baixa com a Isabel à hora de almoço.
§
Terça-feira, dia de Carnaval, a Vitória vestiu-se de Dora (mais uma vez) e enquanto ficou com a mamã em casa da tia João, eu aproveitei a manhã para mais um treino (o primeiro da semana), desta feita junto à baía do Seixal, 1H10 de puro prazer…com o corpo a pedir mais.
A Vitória quis depois ficar em casa da tia, eu e a Isabel aproveitámos e após passarmos por casa, fomos almoçar fora e passámos o resto da tarde a passear.
Excelente terça-feira de Carnaval a culminar um período de cinco dias muito bem passados.

3 comentários:

Carlos Lopes disse...

Boas amigo.

Eu esta semana, nao sei porque, perdi a vontade de treinar. Deste domingo que nao faço nada. melhores dias viram. abraços e bons treinos

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Bonito de ler. Bonito de ver. E certamente soube-lhe muito bem escrever.

Gostei. Admiro.

Beijinhos para os três.

Uma linda "Dama" - sempre! - a Vitória!

Ana

Lénia disse...

Que linda menina!
Está vestida de dama antiga, mas é uma autêntica princesa!

Beijinhos e vamos ver se nos encontramos pessoalmente algum dia numa prova.

Beijinhos,
Lénia