Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



quarta-feira, 15 de abril de 2009

A nossa "passagem" por terras serranas.

Treino longo de sábado, dia 11 de Abril
[clicar na imagem para ver melhor]

Como previsto a neve não faltou durante os dias que passámos na zona da Serra da Estrela, também como previsto realizei os 3 treinos que tinha planeado.

5ª Feira – saímos de Lisboa já perto das sete da tarde e com a paragem nos arredores de Coimbra para jantar chegámos a Seia perto da meia-noite.
Nessa noite choveu bastante, na serra nevou…

6ª Feira – fui acordado pela Vitória e rapidamente me levantei e tratei de me equipar para o meu 1º treino em terras serranas.
Já no exterior do nosso local de alojamento olhei a serra que apesar da algo "escondida" dava para ver que tinha neve.
Logo depois comecei a correr, calmamente e durante uma hora, tempo no qual corri a distância de 11 quilómetros.
Durante a tarde de sábado visitámos Mangualde, ponto quase obrigatório de visita de cada vez que estamos por perto.

Sábado – tarde passada na serra e em brincadeiras na neve.
De volta à casa onde estivemos alojados iniciei os preparativos para o meu 2º treino na serra e simultaneamente o meu treino "longo" da semana.
Comecei a correr já passava das 18h40…na primeira parte do treino corri ainda com a luz do dia mas já com uma temperatura bem baixa, parte do treino que me levou até Vila Nova de Tazem e onde a Vitória com a mamã e os tios estavam à minha espera.
Antes de iniciar a 2ª parte do treino tempo para umas "corridinhas" com a Vitória.
Após a passagem por Vila Nova de Tazem seguiu-se a 2ª parte do treino, sensivelmente com o mesmo número de quilómetros da 1ª parte mas por outros caminhos.
Nessa 2ª parte do treino a noite foi tomando rapidamente lugar ao dia, a temperatura continuou a baixar, eu continuei a correr, na berma apenas por mera precaução pois na estrada não iam passando carros…
Ao longe comecei por fim a ouvir cães, sinal de que me estava a aproximar de Paranhos da Beira, onde entrei pouco depois, Paranhos que estava quase deserta.
Logo depois "apanhei" a nacional que liga Nelas a Seia e segui em direcção desta última, faltavam-me correr apenas 4 quilómetros para chegar ao nosso local de alojamento.
À medida que ia correndo as luzes da cidade de Seia iam ficando cada vez mais perto.
Depois de um quilómetro a subir avistei por fim o nosso local de alojamento, continuei a correr, vislumbrei ainda ao longe um vulto de uma pessoa na berma da estrada, ao me aproximar vi que era a Isabel que me esperava.
Continuei ainda a correr até junto dela onde parei, passavam das 21h, 2h22' depois de ter começado a correr, tempo durante o qual corri aproximadamente 26 quilómetros.
Foi um excelente treino no meu regresso aos "longos"…superiores a 2 horas.

Domingo de Páscoa – dia de visita ao Museu do Pão e de por lá almoçarmos.

Segunda-feira – dia de regresso ao sul, dia que para mim começou com mais um treino, o 3º e último treino por terras serranas, 1 hora de corrida em ritmo progressivo e em que deu para sentir que recuperei bem do longo de sábado.
Dia também de visita à cidade que no alto dos seus 1056 metros é a mais alta de Portugal, a cidade da Guarda, a qual também é conhecida como a cidade dos 5 F’s: Forte, Farta, Fria, Fiel e Formosa.

Assim foram, mais ou menos, os dias da nossa "passagem" por terras serranas.

5 comentários:

Anónimo disse...

Amigo
ainda bem que passaram uma óptima Páscoa.
com esses longos a coisa promete.
:)
Abraço
AB - Tartaruga

joaquim adelino disse...

E que dias amigo António.
Foi bom ter conseguido conciliar as duas coisas. Divertiu-se e treinou, tendo regressado com o sentido de ter cumprido os objectivos traçados para estas mini férias. Parabéns por isso.
Obrigado pelas palavras deixadas no meu blog, algumas bem sentidas e dirigidas ao ANJO AZUL.
Abraço.

luis mota disse...

Olá António!
Um belo descanso com a família e com o tempero da corrida.
Esses longos ainda vão dar Maratona Carlos Lopes, espero.
Vamos a isto campeão!
Grande abraço
Luís Mota

MPaiva disse...

António,

Esses passeios pela Serra da Estrela sabem muito bem! Nas vezes que lá tenho estado, não me tenho aventurado em corridas, pois o terreno é de meter respeito. Por isso mesmo, os meus parabéns pela coragem de fazer esses belos treinos!

abraço
MPaiva

António Almeida disse...

António, Joaquim, Luís e Miguel
obrigado pelas vossa palavras...de corredores...e...maratonistas.
Grande abraço aos 4.