Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



domingo, 13 de dezembro de 2009

52º grande prémio de Natal.

Durante a fria mas bonita manhã deste domingo participei no 52º Grande Prémio de Natal, prova que se revelou a prova mais mal organizada de todas em que já participei, nem nos meus tempos de corrida durante as décadas de setenta e oitenta do século passado tinha passado por uma situação como aquela que aconteceu na fase final deste dito Grande Prémio, claro muito menos nestes últimos sete anos desde que voltei a participar regularmente em provas.
Hoje de manhã os atletas que chegaram com mais de 40 minutos de corrida aos Restauradores (eu cheguei com um tempo a rondar os 41 minutos) não tiveram direito a passar a meta a correr, tiveram que aguardar numa fila pelo momento de passar a linha de chegada, sendo que só nesse momento era feita a leitura do chip e por conseguinte atribuído um tempo, o qual na melhor das hipóteses terá sido 4 ou 5 minutos superior ao efectivamente realizado pelo atleta, claro que com o passar do tempo de corrida a fila foi aumentando e essa diferença de tempo foi também aumentando, inacreditável, contado ninguém acredita.
Sem mais palavras.
Por mim depois de uma participação nesta prova durante a década de setenta do século passado na categoria de iniciado e depois desta de hoje de manhã terminaram as minhas participações nesta prova.

Ficam as fotos da Isabel e apesar de tudo coisas muito boas desta manhã de domingo, as participações dos "Motinhas" nas provas destinadas aos escalões jovens (o Luis Carlos foi 5º classificado na prova de corrida na categoria de infantis e a Mariana ganhou a prova de marcha no seu escalão) e o reencontro com amigos e companheiros daqui da blogosfera (Veloso, Mota, Mário Lima, José Lopes, Magro, Carlos Lopes) com o "bónus" de ter conhecido pessoalmente o Pedro Ferreira.

Restauradores, 9 da manhã.

Luis Carlos Mota, 5º classificado na prova de infantis masculinos.

Mariana Mota no lugar mais alto do pódio.

A foto das campeãs (Mariana Mota e Kristina Saltanovic).

Fase inicial da prova (foto de Joaquim Ferreira).

Eu a poucos metros da meta...que cortei quase 4 minutos depois.

Já parado e a nem acreditar no que estava acontecer.

A fila foi aumentando (a linha de chegada era no pórtico laranja).

E aumentando...

Luis Carlos, Susan, Magro, Isabel, eu, Veloso, Mariana, Mota e Mário.

Veloso, Mota, Pedro Ferreira, eu e Mariana.

14 comentários:

Carlos Lopes disse...

Olá António

Mais 1 vez tive muito gosto em reencontrar e estar com o teu cunhado também, acho que a conversa foi tudo colocada em dia via Tmn.. m relação as ultimas fotos que tens aqui, fez-me lembrar a fila no final do mês para comprar a senha ( L123), será que eles estavam a dar algo, para o povo fazer fila ( bicha em brasileiro)

Ricardo Hoffmann disse...

E eu que pensava que Brasileiros é que gostavam de fila. Essa para chegar, eu nunca vi!

Para os Brasileiros, quem chama fila de bicha são os Portugueses (ao contrário do que o Lopes disse acima). Vamos colocar isso em pratos limpos povo rs. Bicha por aqui tem outra conotação...

luis mota disse...

Olá António!
È sempre uma grande alegria estarmos com a vossa família.
Esta foi uma manhã com muita coisa boa. Teria sido perfeita se no final tivesses cortado a meta com o tempo correcto. Estás em grande forma!
Agradeço a crónica e as imagens, onde ressalta a primeira vitória da Mariana. Obrigado também por nos teres tratado dos dorsais e da vossa disponibilidade para o que fosse necessário.
Votos de uma boa semana para vós.
Luís mota

JOSÉ LOPES disse...

Olá António

Parabéns pela prova, apesar das peripécias na meta.

A propósito do meu comentário no blogue:
Quem corre Maratonas e meias maratonas com tão pouco tempo de intervalo tem que ser um grande atleta, independentemente dos tempos.

Continuação de boas corridas.

J.Lopes

RuiRuim disse...

sempre a inovar esta malta! 5 minutos à espera a arrefecer? acho que me vinha embora...

Mário Lima disse...

Olá António

Já está tudo dito através deste teu tema. As imagens da Isabel são bem elucidativas e com tanta Avª da Liberdade para se fazer uma chegada do agrado de todos mesmo que o "brinde" final fosse a tal t-shirt e a água.

De palhaços a ladrões tudo se ouviu. Algo que só ouço nos campos de futebol e para os homens do apito, foi transportado para uma prova popular que não merecia.

O teu desabafo final é igual ao meu, nunca mais farei este g.p. (disse-o em 1996 e faltei à palavra, mas desta vez é certo e sabido).

As fotos ainda não recebi (tenho o meu mail visível no meu blogue por qualquer engano que possa haver) e Parabéns à Isabel (repórter fotográfica de serviço, além do Joaquim Ferreira) pelas fotos finais daquela grande fila testemunha do que vergonhoso se passou.

Abraço e BOAS FESTAS para ti e Família.

Pedro Ferreira disse...

António,

Parabéns pela prova e pelo convívio.
Vou evitar falar mais na confusão que foi a nossa chegada porque não dignifica a modalidade!

Vitor Veloso disse...

Olá António
Falemos de coisas bem melhores, que é o convívio entre amigos. Parabéns pela tua prestação, nem vale apena falar do resto.... :-(
Tanks pelas fotos!!
Boa semana
Grande Abraço

P.S. Já temos a dos duros!!

joaquim adelino disse...

Que sabedoria a do Pedro Ferreira em não "botar" mais achas na fogueira, e eu faço o mesmo até porque nem fui lá. Aquilo que posso dizer é que em 52 edições ainda não me estreei e pelo que li tão cedo não devo quebrar esta tradição.
Valeu que a corrida até foi excelente e o convívio com a rapaziada fez amenizar os efeitos negativos de tudo o resto.
Abraço.

Anónimo disse...

ola!Finalmente cumpri a promessa dada a Isabel ver o blog...sim senhor,gostei...concordo com os comentarios,embora nao tive o ''prazer''estar na esta fila grande :)ja que sou a marchadora e somos poucos a participar:)
parabens para a Mariana a marchadora com o grande futuro.
e continuacao.....

Joka disse...

PARABÉNS AMIGÃO !!! BOA SEMANA

Anónimo disse...

Parabens Antonio pela prova.
Já o ano passado esta prova demostrou estar mal organizada.Eis a razao por este ano não participei. Não estou nada arrependido. Esta prova merecia melhor organização.

Luciana Espejo disse...

Olá Antônio, sigo seu blog aqui do Brasil e fiquei indignada ao ler este seu post. Aqui, as corridas são bem organizadas de uma maneira geral.
Este ano não corri, mas é um projeto para o ano que vem...voltar à corrida.
No final do ano, dia 31/12, temos uma corrida bem importante aqui em São Paulo: a São silvestre. Venha um dia correr aqui!
Até logo, luciana

Lebres e Tartarugas disse...

É bem verdade. Esta foi a minha primeira participação nesta prova. E muito provavelmente a última. Aquele final não lembra a ninguém. Também eu perdi mais de cinco minutos até cruzar a linha de chegada.

Foi uma verdadeira vergonha.~

Abraços Atléticos.

Carlos Gonçalves (LEBRES E TARTARUGAS)