Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



sábado, 1 de maio de 2010

Corrida Internacional 1º de Maio 2010.

Em cima à esquerda – a família do corredor.
Em cima à direita – equipa TANDUR na companhia do companheiro Manuel Silva.
Ao meio – fase final da minha prova de mão dada com a Vitória.
Em baixo à esquerda – Mário, Vitor, Magro, Carolina, D. Otília, Susana, Vitória, Joaquim, António e Hugo.
Em baixo à direita – Saíram as filhas, entraram as mães.
[clicar na imagem para ver melhor]

Hoje da manhã participei na Corrida Internacional 1º de Maio, prova que como habitualmente foi organizada pela União dos Sindicatos de Lisboa/CGTP-IN, teve a distância de 15 quilómetros e percorreu várias artérias nobres da capital.
A prova que teve a sua 29º edição, teve este ano a novidade de a partida ser dada na pista do Estádio 1º de Maio, local onde também estava instalada a meta (à semelhança dos anos anteriores).
Trata-se de uma prova muito agradável e para mim "obrigatória"...
Não podia ser mais perfeito este meu regresso às provas após uma breve ausência das mesmas devido à pequena cirurgia a que fui submetido, tive as "minhas meninas" comigo, também a companhia da família Veloso e em particular a do meu cunhado Vitor nos 10 quilómetros iniciais, revi muitos companheiros das corridas (da blogosfera o Pedro Ferreira, Fábio Pio Dias, Mário Lima, Joaquim Adelino, Susana Adelino, Luis Parro, José Magro, Fernando Andrade e Ana Paula Pinto), apesar de uma última légua em perda foi bem animador o ritmo que consegui nas duas primeiras e completei a prova de mão dada com a Vitória.

Dados da minha prova:
Tempo: 1h11'32'
Ritmo: 4'46''/km
Lugar Geral: 310 (909 atletas)
Lugar Escalão [M45]: 53 (138 atletas)

Aqui as fotos da Isabel.

As classificações.

3 comentários:

Vitor Veloso disse...

DUR,
Apesar da semana controversa quase sem treinos ate que fizemos uma boa prova num bom ritmo, naquela altura aos 10km hesitei em seguir com o Daniel mas incentivo que "mandas-te" foi forte e segui.
Parabéns pela prova.
Mais uma meta com Vitoria.
Grande abraço
TAN

Fábio Pio Dias disse...

Olá António,

Foi com imenso gosto que o revi, e com o calor do encontro nem perguntei pela cirurgia a que foi submetido recentemente, mas para estar de regresso ao palco de asfalto para novamente brilhar com a Vitória, é bom sinal.

Um abraço e cumprimentos para família!

Mário Lima disse...

António

Nem sabes o que perdeste, foi uma noite de arromba com muito Kuduro e foi tão duro que caí duro na cama.

:)))

Mais uma prova de convívio e de alegria numa festa dedicada a todos os que trabalham que somos nós.

Foi bom ali ter estado convosco e saber que teremos a vossa companhia para a Geira.

:)

Abraços e beijinhos às meninas