Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Dorsal para a 7ª.


Na manhá do próximo domingo espero estar na linha de partida da 25ª Maratona de Lisboa na que será a minha 7ª maratona e a minha 3ª vez em Lisboa.
Será também a minha 5ª participação no evento "Maratona de Lisboa", em 2006 participei na prova-aberta, em 2007 participei na meia-maratona (onde consegui então o meu melhor registo na distância) e, nos dois últimos anos (2008 e 2009) participei na maratona sendo que no último ano consegui o meu melhor registo na distância (3h33'24'').
Na manhã do próximo domingo o objectivo primeiro será como sempre de desfrutar ao máximo da prova sendo certo que não será ainda este ano que terei a minha "menina de ouro" a cortar a meta comigo já que terá que ficar em casa pois está com varicela.
Como já escrevi aqui várias vezes, adoro correr em Lisboa, cidade de que gosto muito e à qual estão ligados muitos dos meus percursos de vida...
Foi em Lisboa onde tive o meu primeiro emprego (corria então o ano de 1978) e onde trabalhei desde então excluindo os anos de 1986 a 1995, foi em Lisboa onde passei alguns anos de formação académica, foi em Lisboa (Hospital de Santa Maria) que a meta da corrida mais dura que um dia travámos foi alcançada, foi em Lisboa que pela primeira vez participei numa prova de atletismo (corria então o ano de 1975), era de Lisboa a minha 1ª equipa de atletismo (Ases das Avenidas), são também de Lisboa muitas das minhas boas recordações de infância...
Será como sempre um prazer enorme correr em Lisboa, para todos aqueles que serão companheiros de jornada votos de que se divirtam pelo menos tanto como eu espero divertir-me.
Para os companheiros daqui da blogosfera e para os amigos de tantas corridas que também lá vão estar aquele abraço.
Tal como terminei em 2008 o meu post referente à minha participação na 23ª Maratona de Lisboa com palavras de um poeta de Lisboa, poeta de que eu gosto muito, termino este meu post antes da minha 7ª maratona que será corrida em Lisboa, na cidade mulher da minha vida, de novo com palavras de Ary:

Lisboa menina e moça, menina
Da luz que meus olhos vêem tão pura
Teus seios são as colinas, varina
Pregão que me traz à porta, ternura
Cidade a ponto luz bordada
Toalha à beira mar estendida
Lisboa menina e moça, amada
Cidade mulher da minha vida

Lisboa no meu amor, deitada
cidade por minhas mãos, despidas
Lisboa menina e moça, amada
cidade mulher da minha vida.


(excerto da letra da canção "Lisboa menina e moça" de Ary dos Santos,
poeta nascido em Lisboa no dia 7 de Dezembro de 1937)

4 comentários:

José Alberto disse...

Olá António,

Que esta "sua" cidade o receba de braços abertos e lhe proporcione uma manhâ de prazer.

Uma boa corrida.

Uma abraço

José Alberto

joaquim adelino disse...

Boa sorte António e as melhoras da menina.
Abraço e até amanhâ.

Vitor Veloso disse...

Olá,
A 7ª Maratona só foi adiada, boa sorte para prova que te corra tudo pelo melhor.
Abraço, Ate amanhã
Vitor

Samuel disse...

António

Desejo a você muitas felicidades na corrida e quem sabe beter o seu recorde pessoal.

Um grande abraço e aguardo informações sobre a sua corrida.

Samuel