Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



domingo, 5 de junho de 2011

O caminho faz-se caminhando...

Organizada pela "Associação Desportiva O Mundo da Corrida", decorreu este fim de semana a "5ª Ultra-Maratona Caminhos do Tejo" na distância de 146 quilómetros e seguindo os caminhos de peregrinação desde o parque das Nações em Lisboa até ao Santuário de Fátima.
Estive na linha de partida com o objectivo traçado de pelo menos bater os 100 quilómetros o que se tornou mais complicado do que eu esperava, não consegui fazer uma alimentação (o estomâgo pregou-me uma partida e recusou-se a aceitar alimentos) ao longo das horas que iam decorrendo de modo a manter um bom nível de energia, sem surpresa para mim não consegui chegar a Fátima, por outro lado e pela positiva superou largamente tudo aquilo que eu esperava obter desta experiência nos "caminhos", vivi uma das melhores experiências da minha vida, passar uma noite inteira a correr é algo absolutamente indescritível, o misticismo associado ao caminho percorrido é algo que também me fez recordar de um modo muito especial durante aquelas horas algumas pessoas para quem Fátima significava muito, durante aquelas horas correram comigo ao meu lado...
Menos bom apenas a preocupação que causei à minha querida Isabel que sofreu como muito provavelmente nunca terá sofrido durante uma prova em que eu tenha participado.
Daqui a um ano quero de novo partir, espero e estou certo que viverei horas que me marcarão, quero chegar a Fátima a correr...
Saúdo todos os que partiram, para os que chegaram a minha maior admiração.
Para todos os que voluntariamente estiveram na organização o meu grande abraço e obrigado por tudo.

Ontem em Santos depois de ter corrido 102 quilómetros: Hoje de manhã em Fátima:

Fotos da Isabel aqui.

5 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Deve ser mágico esse percurso António! Correr em caminho de peregrinos tem a sua mística. Parabéns pelos quilômetros conquistados. Ano que vem, segue a inteira. Abraços do Brasil.

luis mota disse...

Olá António
Uma peregrinação com data já agendada, para a próxima edição. De qualquer forma foi uma brilhante participação que efectuaste. Muitos parabéns!
Gostaria de ter participado, ainda questionei quando a viagem a Ronda, mas o limite de inscrições não me permitiu. Depois surgiram duas desistências, mas já era tarde para efectuar 146 km, pois tinha alterado o processo de treino.
Para o ano é possível, mas até lá efectuarei várias peregrinações a Fátima, tal como fiz no passado domingo, a pedalar e conto efectuar a pé, brevemente.
Igualmente felicito todos os que lá estiveram, a correr, a auxiliar ou a encorajar.
Luís Mota

Mário Lima disse...

António

Perante o teu relato, embora não se possa comparar, a fé move montanhas e é ver os pregrinos anadrem dias e dias para chegarem ao Santuário.

Para o ano hás-de voltar e se o estômago não te voltar a pregar mais uma partida, hás-de chegar!

... E a Isabel sempre presente!

Abreijos!

CORRIDA SEM LIMITES disse...

Parabéns!!!
Tenho muita vontade de fazer uma aventura assim,muito legal.
tenha um bom dia aventureiro.

elis disse...

parabéns, antónio!!!