Amigos das Palavras

“…quando ia treinar passava pelas ruas a correr e ninguém podia imaginar o mundo de palavras que levava comigo. Correr é estar absolutamente sozinho. Sei desde o início: na solidão é-me impossível fugir de mim próprio. Logo após as primeiras passadas, levantam-se muros negros à minha volta. Inofensivo o mundo afasta-se. Enquanto corro, fico parado dentro de mim e espero. Fico finalmente à minha mercê. No início, tinha treze anos e corria porque encontrava o silêncio de uma paz que julgava não me pertencer. Não sabia ainda que era apenas o reflexo da minha própria paz. Depois, quando a vida se complicou, era tarde demais para conseguir parar. Correr fazia parte de mim como o meu nome…”

Palavras de José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam.
José Saramago in “A viagem do elefante

No passado domingo corri de Cascais ao Parque das Nações em Lisboa, corri a 1ª Rock ‘n’ Roll Maratona de Lisboa, demorei mais de 4 horas para o fazer, algo que nas minhas anteriores maratonas me tinha acontecido por duas vezes (nas duas primeiras), corri, diverti-me, corri, desfrutei, corri, sofri um pouco… mas cheguei, porque como dizia o mestre em palavras, sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam…
A 17ª será em Sevilha.


6 comentários:

JoaoLima disse...

Parabéns António!

Um abraço

Bons Km disse...

Parabéns Pela prova,
boa recuperação.
Beijos
Ju

Geisa Luz disse...

Oi Antônio, cheguei no seu blog agora!! Estou te seguindo aqui.

Parabéns pela prova!

Abraços,

Geisa
www.correreuemeutenis.blogspot.com.br

Jorge Branco disse...

Parabéns!

TÓ MANÉ disse...

António, parabéns por mais uma Maratona concluída.
Também já estou inscrito para a Maratona de Sevilha.
Agora, boa recuperação. Abraço

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Parabéns António! Mais uma Maratona concluída. Sabe sempre bem não é?

A Isabel está feita uma atleta!

Beijinhos para vós e para a Vitória!