Amigos das Palavras

“…quando ia treinar passava pelas ruas a correr e ninguém podia imaginar o mundo de palavras que levava comigo. Correr é estar absolutamente sozinho. Sei desde o início: na solidão é-me impossível fugir de mim próprio. Logo após as primeiras passadas, levantam-se muros negros à minha volta. Inofensivo o mundo afasta-se. Enquanto corro, fico parado dentro de mim e espero. Fico finalmente à minha mercê. No início, tinha treze anos e corria porque encontrava o silêncio de uma paz que julgava não me pertencer. Não sabia ainda que era apenas o reflexo da minha própria paz. Depois, quando a vida se complicou, era tarde demais para conseguir parar. Correr fazia parte de mim como o meu nome…”

Palavras de José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mais um dia de Glória.

Foto do site do Comité Olímpico de Portugal 

O passado dia 10 de Julho foi mais um dia de glória do atletismo português com títulos europeus nas provas de meia-maratona e do triplo salto. O último dia dos europeus de atletismo 2016 que decorreram em Amesterdão começou com a vitória da atleta Sara Moreira na prova de meia maratona. Na mesma prova Jéssica Augusto obteria o terceiro lugar e a respectiva medalha de bronze com Dulce Félix - que já tinha conquistado, nestes europeus, a medalha de prata nos 10000 metros - a terminar em 12º lugar e a fechar a equipa portuguesa que assim chegaria também ao ouro por equipas na Taça da Europa da distância de meia-maratona, que decorreu em simultâneo com os europeus e para a qual contaram os registos das três melhores atletas de cada país.
O dia de domingo continuou com o atleta português de origem búlgara Tsanko Arnaudov a conquistar a medalha de bronze na prova de lançamento de peso.
Patrícia Mamona fechou mais este dia de glória para o atletismo Português com o seu salto de 14,58 metros na prova de triplo salto voando para o ouro com um novo recorde nacional da especialidade.
Mais um dia de glória do atletismo português, algo que em especial no sector feminino tem vindo a repetir-se com alguma frequência.

2 comentários:

Vitor Oliveira disse...

Foi mesmo um grande dia. É realmente curioso o sucesso que o sector feminino está a ter, comparado com a regressão de bons resultados do sector masculino...

Jorge Branco disse...

Foi espectacular!
Um abraço.