Amigos das Palavras

Por decisão do autor deste blogue os textos do próprio não seguem o acordo ortográfico de 1990.



sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Amigo.

Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».
«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!
«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.
«Amigo» é a solidão derrotada!
«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O'Neill
(Lisboa, 19 de Dezembro de 1924 - Lisboa, 21 de Agosto de 1986)

Nota) De novo palavras de O'Neill (ver aqui).

1 comentário:

Triblog disse...

Mário Quintana, um poeta gaúcho, de saudosa memória escreveu que "a amizade é um namoro que dura para sempre".
Obrigado por dividir o texto conosco!